Premium Há dois mil eleitores com mais de 105 anos. 26 já fizeram prova de vida

Limpeza dos cadernos eleitorais para retirar inscritos centenários acontece duas vezes por ano, desde que não haja eleições.

Duas vezes por ano, desde que não se realizem eleições de âmbito nacional, os cadernos eleitorais são limpos - um processo administrativo que passa por verificar se os eleitores com mais de 105 anos inscritos na Base de Dados do Recenseamento Eleitoral (BDRE) estão vivos. Neste ano, foram detetados quase dois mil eleitores com esta idade e já foi possível verificar que 26 fizeram prova de vida. O número até pode parecer surpreendente, mas é preciso lembrar que em Portugal existem mais de quatro mil centenários.

Este é um procedimento imposto pela Lei do Recenseamento Eleitoral e que tem como objetivo eliminar dos cadernos todos os eleitores com mais de 105 anos que já tenham morrido - os denominados "eleitores fantasma" - e que não colide com a limpeza automática que é feita diariamente através da comunicação entre a base de Dados do Recenseamento Eleitoral e os serviços dos Registos e Notariado - todos os dias a Administração Eleitoral recebe uma média de 321 comunicações de óbitos em Portugal e no estrangeiro.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG