Premium Aconteceu em 1974 - Governo condena assalto à sede do CDS

Sete meses após o fim do regime do Estado Novo, o assalto à sede do CDS e a sua condenação por parte do governo estavam na primeira página do DN. A 6 de novembro de 1974, o jornal dava ainda destaque ao comunicado das Forças Armadas, que falava num MFA que estava acima dos partidos políticos.

"O governo condena energicamente os atentados contra pessoas e bens", lê-se na primeira página do DN de 6 de novembro de 1974. O título da notícia referia-se ao assalto à sede do CDS, na Rua do Caldas, em Lisboa, meses depois da revolução do 25 de Abril.

Sobre este incidente, o governo afirmou que "determinados grupos efetuaram um assalto à sede do CDS", tendo praticado "atentados contra pessoas e bens". Dizia ainda que os responsáveis iriam ser julgados e iriam responder pelos prejuízos causados.

Ler mais

Exclusivos