Exclusivo Aos 80 anos, Miyazaki ainda quer mudar o mundo

Anunciou a reforma em 2013, mas em 2017 voltou atrás: há uma longa-metragem de animação em desenvolvimento que pode ficar pronta em 2021. A celebrar 80 anos, o japonês Hayao Miyazaki não pousa o lápis mágico.

Deves estar determinado a mudar o mundo com os teus filmes, mesmo que nada mude." As palavras do grande mestre da animação japonesa intimidam pelo nível de exigência. Como se quisesse dizer: se não for esta a disposição de um realizador, não vale a pena. Ouvimo-lo falar assim em 10 Anos com Hayao Miyazaki, de Kaku Arakawa, um documentário em quatro partes (disponível gratuitamente no site do canal NHK - World Japan) que acompanha o seu moroso e exaustivo processo de trabalho no período que vai desde os primeiros passos da conceção de Ponyo à Beira-Mar (2008) até ao lançamento do último As Asas do Vento (2013), após o qual anunciou a reforma. A chegar agora ao posto dos 80 anos de idade, e tendo renovado a esperança dos fãs com a notícia de um novo projeto em 2017, será que Miyazaki mantém uma filosofia de workaholic?

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG