Como ser rico? Mais vale nascer em berço de ouro do que ganhar o Euromilhões
Premium

fortunas

Como ser rico? Mais vale nascer em berço de ouro do que ganhar o Euromilhões

Se acha que Cristiano Ronaldo é rico, então o que dirá da fortuna da família Amorim, a maior do nosso país? Mas há muitos anónimos - mais de 1600 - com as contas recheadas, e são mais do dobro do que a Autoridade Tributária pensava.

Engane-se quem pensa que para se ser rico basta ganhar o Euromilhões. Não só a probabilidade de a sorte lhe bater à porta é ínfima como a tradição mostra que para se ser dono de uma fortuna o principal é mesmo nascer num berço de ouro... ou então ser self-made man e assim chegar à lista dos mais ricos de Portugal e do mundo. Como aconteceu com Belmiro de Azevedo, o engenheiro sem fortuna familiar que ascendeu e criou um império económico.

Se não há uma fórmula mágica para se ascender a milionário - nem a chave do Euromilhões surge numa bola de cristal -, há pelo menos uma certeza: afinal, há muitos mais ricos em Portugal do que o próprio fisco pensava. A Autoridade Tributária e Aduaneira identificou mais de 1600 famílias que acumulam cinco milhões de património ou recebem 750 mil euros de rendimento anual - os dados apontavam para menos de metade, mas a partilha de informações ao nível internacional permitiu chegar a estas fortunas que não estavam declaradas.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG