Suécia rasgou acordo fiscal com Portugal

O parlamento de Estocolmo rasgou o acordo que permitia aos pensionistas suecos usufruir de isenção no IRS cá e lá. Mais de três mil pessoas deverão começar a pagar impostos a partir de janeiro de 2022.

O parlamento sueco aprovou esta quarta-feira o fim do acordo fiscal com Portugal e que permitia a isenção de imposto dos pensionistas suecos que aderiram ao estatuto de residente não habitual (RNH) nos últimos anos. A proposta do governo de Estocolmo foi aprovada.

"De acordo com a política fiscal sueca, as pensões devem ser tributadas na Suécia se forem pagas pela Suécia a uma pessoa que viva no estrangeiro. Por outras palavras, devem ser tributados no país de origem", lê-se na nota publicada na página do Riksdag, o parlamento sueco.

Leia o artigo completo no Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG