Quiosques e tabacarias abertos durante o confinamento

Quiosques e papelarias deverão manter-se abertos mesmo durante o confinamento que vai vigorar no país durante um mês, a partir da meia-noite de sexta-feira.

Papelarias e tabacarias para a compra de jornais e tabaco, bem como jogos sociais, vão manter-se de portas abertas durante o confinamento, de acordo com uma versão do decreto-lei a que o Dinheiro Vivo teve acesso. Estes serviços estão entre os definidos como bens essenciais nesta versão não fechada do diploma que determina as regras do confinamento anunciado esta quarta-feira pelo executivo.

A venda de jornais deverá ficar assim assegurada ao manter-se aberta a rede de distribuição, tal como tinha acontecido no primeiro confinamento geral em março do ano passado.

Leia a notícia completa no Dinheiro Vivo

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG