Quase 300 mil famílias deixaram de pagar os créditos no primeiro semestre

Moratórias fizeram travar o incumprimento. Até ao final de julho deste ano, os bancos abriram processos extrajudiciais para regularização de créditos que envolvem um montante global de mais de 1200 milhões de euros de dívidas.

Os bancos abriram, no primeiro semestre deste ano, 291,3 mil processos de acordo extrajudicial com famílias que já não conseguiam pagar os seus créditos.

O montante global envolvido neste processos supera os 1200 milhões de euros, segundo dados que constam da 'Sinopse de Atividades de Supervisão Comportamental', que foi divulgada esta quarta-feira.

Tanto no crédito ao consumo como no crédito à habitação, registaram-se descidas no incumprimento das famílias, devido à adesão às moratórias.

"No crédito aos consumidores, as instituições reportaram ao Banco de Portugal o início de 274 748 processos PERSI (Procedimento Extrajudicial de Regularização de Situações de Incumprimento), o que representa um decréscimo de 6,2% em relação ao semestre anterior", adianta o supervisor no relatório.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG