Portal da transparência também vai ter dados sobre contratos e serviços públicos

O portal não se esgota nos fundos europeus, anunciou a ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão

O portal criado para acompanhar a execução da chamada bazuca europeia vai ter também dados sobre a execução orçamental, os contratos públicos ou o atendimento de serviços públicos, anunciou esta quarta-feira, a ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública.

"O alcance do portal não se esgota nesta matéria [fundos europeus] pretendendo-se que seja um instrumento agregador e evolutivo de monitorização do setor público. Além dos fundos europeus disponíveis já na primeira fase do projeto, o portal vai permitir aceder a uma área sobre o Orçamento do Estado e progressivamente serão ainda disponibilizados separadores sobre contratação pública e atendimento nos serviços públicos", anunciou a ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, durante a apresentação do portal Mais Transparência, que já se encontra online.

A ministra Alexandra Leitão garantiu por outro lado que "toda a informação assegura a sua acessibilidade, atualização e usabilidade dos dados e a conceção do próprio portal foi aberta e participativa."

O portal Mais Transparência foi criado por imposição da Assembleia da República que aprovou uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) apresentada pela Iniciativa Liberal.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG