UEFA suspende jogos da Liga Europa e da Champions. Inglaterra, França e Alemanha também param

Os jogos da próxima semana das duas competições foram anulados, assim como da Youth League. Liga francesa e inglesa já suspenderam os respetivos campeonatos os campeonatos. Alemanha também seguiu o exemplo.

Está decidido e já é oficial. A UEFA anunciou nesta sexta-feira que todos os jogos da próxima semana da Liga dos Campeões e da Liga Europa estão cancelados devido à epidemia do covid-19.

Esta sexta-feira, em comunicado, o organismo que tutela o futebol europeu informou que, "à luz dos desenvolvimentos da propagação do covid-19, as partidas dos oitavos de final da Liga dos Campeões, dos 16 avos da Liga Europa e dos quartos de final da Youth League não vão jogar-se na data prevista". Como consequência, o sorteio para as fases seguintes, que estava agendado para dia 20, foi igualmente adiado.

A UEFA informa ainda que mais decisões serão comunicadas atempadamente. O organismo, entretanto, tem uma reunião de emergência marcada para a próxima terça-feira, onde vão ser discutidas com as 55 federações futuras medidas a tomar. Um dos temas em cima da mesa será o adiamento do Campeonato da Europa, que estava previsto para este verão, para 2021.

Na quinta-feira realizaram-se seis dos oito jogos da primeira mão da Liga Europa - quatro dos quais à porta fechada -, depois de já terem sido adiados os jogos entre Inter de Milão e Getafe e Sevilha e Roma, equipas de Itália e Espanha, dois dos países europeus mais afetados pela pandemia.

Da Liga dos Campeões, cujos jogos dos oitavos de final são disputados de forma faseada, já se realizaram quatro partidas da segunda mão, que ditaram o apuramento para os quartos de final de Leipzig, Atalanta, Atlético de Madrid e Paris Saint-Germain.

Na próxima semana deveriam disputar-se os jogos da segunda mão entre Juventus e Lyon, Manchester City e Real Madrid, na terça-feira, e entre Barcelona e Nápoles, e Bayern Munique e Chelsea, na quarta-feira.

Na quinta-feira, a equipa do Real Madrid entrou em quarentena, devido ao aparecimento de um caso positivo na equipa de basquetebol do clube, com a qual o plantel de futebol partilha instalações no centro desportivo do clube.

A Juventus, equipa de Cristiano Ronaldo, que na próxima semana recebe o Lyon, está igualmente em quarentena desde quarta-feira, depois de o defesa italiano Rugani ter sido diagnosticado com o Covid-19.

O Chelsea anunciou hoje quarentena, depois de o seu jogador Callum Hudson-Odoi ter dado positivo para o novo coronavírus.

Liga francesa e inglesa suspendem campeonatos

Em Inglaterra, a Premier League e a federação inglesa decidiram nesta sexta-feira suspender os campeonatos até pelo menos ao dia 3 de abril. Recorde-se que na liga inglesa nem sequer estavam decretados jogos à porta fechada. Mas o facto de o treinador do Arsenal estar infetado e terem já surgido casos de jogadores que contraíram o vírus, levaram as autoridades a decretar a suspensão dos campeonatos.

A Liga francesa anunciou entretanto também a suspensão dos dois principais campeonatos com efeitos imediatos, inclusivamente a 29.ª jornada que devia realizar-se já neste fim de semana. Inicialmente, os responsáveis pelo futebol tinham já decretado que os jogos se realizassem à porta fechada, mas face ao crescente número de casos optaram por suspender por tempo indeterminado os campeonatos.

A Liga alemã de futebol também anunciou hoje vai parar os campeonatos até ao dia 2 de abril. Inicialmente, a decisão de suspender ou não a Bundesliga iria ser tomada só no início da próxima semana, mas durante a tarde os responsáveis decidiram cancelar a jornada que estava prevista ser realizada neste fim-de-semana.

Portugal, Espanha e Itália

Na quinta-feira, a Liga portuguesa suspendeu os campeonatos profissionais por tempo indeterminado. Ou seja, todos os jogos da I e da II Ligas estão suspensos. Uma decisão tomada em conformidade com a recomendação do Conselho Nacional de Saúde Pública, para que sejam reforçadas as medidas de contenção bem como os meios para a sua implementação", que segundo a Liga "visa ser um exemplo para a sociedade em geral e para a consciencialização de todos os cidadãos e adeptos".

Este anúncio surgiu no mesmo dia em que em Espanha foram suspensas as próximas duas jornadas dos campeonatos da I e da II Ligas. Inicialmente, os jogos estavam previstos serem realizados à porta fechada, mas, após uma reunião, os responsáveis decidiram cancelar os jogos dos campeonatos profissionais nas próximas duas semanas. Na base desta decisão está o facto de a equipa do Real Madrid ter sido colocada em quarentena (devido a um jogador da equipa de basquetebol do clube ter sido infetado) e a possibilidade de existirem futebolistas dos merengues e de outros clubes infetados.

O primeiro campeonato a ser suspenso foi a Série A italiana, quando na terça-feira o governo de Giuseppe Conte decretou a suspensão de todos os jogos de forma temporária devido ao avanço do surto de covid-19. Até essa altura, já tinham sido adiados vários jogos, nomeadamente a norte de Itália, além de se terem realizado outros à porta fechada.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG