Shevchenko quer prender Ronaldo e Zinchenko ameaça Bernardo Silva

O selecionador ucraniano admite fazer uma marcação especial a CR7, enquanto o jogador do Manchester City revela a brincadeira que teve com Bernardo.

Andriy Shevchenko, selecionador da Ucrânia, afirmou este domingo que um triunfo sobre Portugal, no apuramento para o Euro 2020, será um passo "muito importante" para o futebol do país e admitiu uma marcação especial a Cristiano Ronaldo.

"Vamos jogar com uma equipa que venceu o último Europeu e a Liga das Nações. Vai ser um jogo muito importante para podermos demonstrar o novo nível de jogo. Queremos jogar bem, mostrar que sabemos jogar bem e ganhar. Se isso acontecer, será muito importante para nós", afirmou o antigo futebolista que agora orienta a seleção ucraniana.

"Esperamos um estádio cheio, com todos os adeptos a puxarem por nós. Queremos que seja uma noite especial, não só para nós jogadores e treinadores, mas para toda a Ucrânia", acrescentou o treinador de 43 anos.

Shevchenko, que é selecionador desde 2016, revelou que Cristiano Ronaldo poderá receber uma marcação individual durante o encontro, embora a Ucrânia esteja a habituada a atuar com uma defesa à zona. "Para os nossos jogadores, vai ser um prazer jogar contra Portugal e Cristiano Ronaldo. Não é todos os dias que competimos com jogadores assim. Tem de ser um prazer para todos. O importante é não dar espaço. Ele não pode ter espaço. Normalmente, não fazemos marcação individual, mas isso pode acontecerdesta vez", revelou.

Por sua vez, Oleks Zinchenko garantiu que vai dificultar a vida a Bernardo Silva, seu colega de equipa no Manchester City, e revelou uma brincadeira que fez com o extremo português. "Estive semanas a dizer ao Bernardo para ele se portar bem, para ter cuidado, senão iria escrever nas redes sociais que ele disse algo de mal sobre a Ucrânia e neste jogo o estádio todo iria cair em cima dele", contou o médio.

Exclusivos