Rúben Semedo assustou Mourinho, mas o Tottenham venceu

O Olympiacos treinado por Pedro Martins esteve a vencer em Londres, mas os spurs deram a volta (4-2) e já garantiram o apuramento. Dybala foi o génio da vitória da Juventus sobre o Atlético de Madrid, numa noite em que Luís Castro surpreendeu Pep Guardiola.

José Mourinho apanhou um enorme susto na estreia como treinador do Tottenham na Liga dos Campeões. É que esteve a perder por 0-2 em casa, diante do Olympiacos de Pedro Martins, mas acabou por dar a volta ao resultado. Venceu por 4-2 e garantiu o apuramento para os oitavos-de-final quando ainda falta disputar uma jornada.

A entrada dos gregos foi surpreendente pois colocaram-se a vencer logo aos seis minutos por El Arabi e aos 19 Rúben Semedo fez o segundo golo do Olympiacos, que contou ainda com Daniel Podence no onze.

Os spurs estavam em grandes dificuldades e Mourinho foi então obrigado a lançar o dinamarquês Christian Eriksen para o lugar de Eric Dier, iniciando assim a reviravolta com um golo de Dele Alli ainda antes do intervalo.

No segundo tempo, a superioridade do Tottenham acentuou-se, acabando por chegar ao triunfo com dois golos de Harry Kane e um de Serge Aurier. O golo do francês teve a particularidade de colocar a equipa pela primeira vez em vantagem e resultou da ação de um apanha bola, que deu rapidamente a bola para a reposição lateral. Mourinho reconheceu o mérito do rapaz e foi dar-lhe um abraço de agradecimento.

No outro jogo do grupo B, o já apurado Bayern Munique foi à Sérvia golear o Estrela Vermelha por 6-0, com um grande festival de Robert Lewandowski, que fez quatro golos e já leva 10 na Champions. Aliás, o polaco igualou Messi como únicos jogadores que marcaram quatro ou mais golos em mais do que um jogo. Goretkza abriu e Tolisso fecharam a goleada que arrasou a equipa de Belgrado, que na última jornada irá lutar com o Olympiacos por um lugar na Liga Europa.

Arte de Dybala no duelo Ronaldo-Félix

No grupo D, a Juventus, com Cristiano Ronaldo no onze, garantiu o primeiro lugar com um triunfo sobre o Atlético de Madrid, em Turim, por 1-0, graças a um grande golo de Paulo Dybala, na transformação de um livre que não deu hipóteses ao guarda-redes Jan Oblak.

Com este resultado, Atlético que contou com João Félix a partir dos 54 minutos, viu adiado para o último jogo o apuramento, estando obrigado a vencer, em casa, o Lokomotiv Moscovo. Os russos vão a Espanha com a esperança de ainda chegarem à Liga Europa, depois de esta terça-feira terem perdido em casa diante do Bayer Leverkusen, por 2-0. Um autogolo de Zhemaletdinov e um golo de Sven Bender mantiveram os alemães na corrida pelos oitavos-de-final.

Mais uma desilusão do Real Madrid

No Santiago Bernabéu, o Real Madrid viveu mais uma noite de desilusão ao empatar 2-2 com o Paris Saint-Germain, resultado que entregou definitivamente aos franceses o primeiro lugar.

Os merengues estiveram com dois golos de vantagem, graças a um bis de Karim Benzema (17' e 79'), mas nos últimos dez minutos Kylian Mbappé e Pablo Sarabia conseguiram a igualdade para o PSG, que contou com Neymar apenas na segunda parte.

Na luta pelo terceiro lugar que dá acesso à Liga Europa, o Galatasaray não foi além do empate 1-1, em casa, diante do Club Brugge, deixando assim os belgas com vantagem de um ponto para a última ronda.

Luís Castro empata Guardiola

Finalmente, no grupo C, o Shakhtar Donetsk treinado por Luís Castro arrancou um precioso empate 1-1 na visita ao Manchester City, que isola os ucranianos no segundo lugar, que agora depende apenas de si (recebem a Atalanta) para chegar aos oitavos-de-final.

A equipa de Pep Guardiola, que contou com Bernardo Silva e João Cancelo no onze, já tinha o apuramento no bolso e chegou à vantagem através de Gündogan, mas o Shakhtar respondeu com um remate certeiro de Manor Solomon, que ditou o resultado final. Refira-se que este empate garante aos citizens o primeiro lugar.

No outro jogo, em Milão, a Atalanta venceu o Dínamo Zagreb por 2-0, com golos de Luis Muriel e Alejandro Gómez. Um resultado que adia tudo para a última jornada, onde três equipas ainda têm possibilidades de seguir em frente na Champions.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG