Ronald Koeman recusou ser treinador do Barcelona

O selecionador holandês confirmou ter sido contactado em janeiro, mas acabou por dizer não aos dirigentes do Barça.

O selecionador holandês Ronald Koeman anunciou esta terça-feira, após o sorteio da Liga das Nações, que recusou ir treinar o Barcelona quando em janeiro Ernesto Valverde foi demitido do cargo devido aos maus resultados da equipa.

"Sim, é verdade que o Barça falou comigo, mas disse que não porque estou na seleção e tenho um compromisso para continuar no cargo", afirmou o técnico de 56 anos, que em 2005/06 orientou o Benfica.

Esta não foi a primeira vez que Ronald Koeman foi associado ao cargo de treinador do Barcelona, inclusivamente no último verão, mas o regresso daquele que é um histórico jogador dos catalães por ter feito parte do dream team do Barcelona que conquistou a primeira Liga dos Campeões da sua história - marcou inclusive o golo da vitória na final com a Sampdoria - ficou mais uma vez adiado.

Face à indisponibilidade de Koeman, os dirigentes do Barça optaram em janeiro por contratar Quique Setién, que na semana passada foi derrotado em casa do Real Madrid e perdeu a liderança da Liga espanhola.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG