Quem é o magnata que vai comprar a AS Roma por 780 milhões

Dan Friedkin é americano e tem uma fortuna avaliada em 4, 2 bilhões de euros. É um apaixonado por cinema, golf e aviões e já tentou comprar uma equipa da NBA.

Dan Friedkin, magnata norte-americano, prepara-se para comprar a AS Roma de Paulo Fonseca vai ser vendida por 780 milhões de euros. James Pallotta, dono e presidente do emblema romano desde 2012, confirmou em comunicado a existência de negociações, mas ainda não deu o acordo como fechado.

Nascido há 54 anos em San Diego, Califórnia, Dan Friedkin é o proprietário e CEO da Gulf State, uma empresa fundada pelo pai, Thomas Friedkin, em 1969. Com um património avaliado em 4,3 mil milhões de dólares, é o 504.º homem mais rico do mundo, segundo a Forbes. Grande parte do dinheiro veio da empresa familiar que, ao longo dos anos, garantiu o direito exclusivo de distribuir carros Toyota em cinco estados, através de 150 concessionárias em Houston, Texas, onde está sediada, e depois em Arkansans, Mississipi, Louisiana e Oklahoma. Desde que assumiu a empresa em 2017 diversificou os investimentos e virou-se para o ramo hoteleiro, com resorts de luxo.

Casado, pai de quatro filhos, Friedkin formou-se na Universidade de Georgetown, em Washington, tirando depois um mestrado em administração de empresas na Universidade Rice, em Houston.

Em 2017 manifestou pela primeira vez o interesse em entrar no mundo do desporto, quando tentou comprar os Houston Rockets da NBA. Não chegou a acordo para entrar no mundo do basquetebol e virou-se para o futebol. Primeiro tentou entrar na As Roma como acionista e investir 150 milhões de euros, antes de decidir avançar para a compra do clube italiano.

Apaixonado por cinema, foi produtor de vários filmes. Em 2016, ele coproduziu com Ridley Scott o filme Todo o dinheiro do mundo, que conta o sequestro de John Paul Getti III, neto do então homem mais rico do mundo, Paul Getty, que aconteceu em Roma em 1973. Também produziu The Square, vencedor da Palme d'Or em 2017, e The Mule, dirigido e protagonizado por Clint Eastwood.

Os aviões são outra das sua grande paixões. Tem uma das maiores coleções de aviões militares dos EUA e está entre os únicos nove pilotos civis a ter a honra de poder participar da formação de voos acrobáticos da força aérea norte-americana. Gosta de jogar golf e patrocina vários torneios.

A exemplo de muitos magnatas americanos, Friedkin apadrinha vários projetos filantrópicos. Um deles é o do Fundo de Conservação Friedkin, que tem como objetivo proteger mais de dois milhões de hectares de terra não contaminada na Tanzânia.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG