Mourinho vence Guardiola e com um reforço a marcar

O Tottenham bateu o Manchester City por 2-0, com o primeiro golo a ser marcado por Bergwijn, contratado neste mercado de inverno. Son deu a estocada final no citizens, que estão agora a 22 pontos do Liverpool.

O Tottenham recebeu e venceu neste sábado o Manchester City, por 2-0, em jogo da Premier League inglesa que marcou o reencontro entre José Mourinho e Pep Guardiola. A derrota deixou o City irremediavelmente afastado da luta pelo título inglês, pois está já a 22 pontos do líder Liverpool. Já os spurs estão no quinto lugar.

O primeiro golo do Tottenham foi apontado aos 63 minutos por Steven Bergwijn, reforço garantido por Mourinho neste mês de janeiro aos holandeses do PSV, e que já começou a mostrar serviço. Minutos antes, o City ficou reduzido a 10, por expulsão de Zinchenko.

O Tottenham aumentou a vantagem aos 72', por intermédio do sul-coreano Son, no seguimento de um forte remate que ainda bateu em Fernandinho antes de entrar na baliza defendida por Ederson

O jogo ficou ainda marcado por uma grande penalidade defendida por Lloris ainda na primeira parte - deteve o remate de Gundogan e no lance pareceu ter derrubado Sterling, facto que levou o árbitro a voltar a apitar penálti, decisão que o VAR alterou.

Estranhamente, Guardiola deixou Bernardo Silva no banco de suplentes (só entrou aos 84'). Cancelo também só entrou no segundo tempo para o lugar de Agüero. No Tottenham, Gedson Fernandes não saiu do banco.

José Mourinho diminuiu assim a desvantagem nos confrontos diretos contra Pep Guardiola. Nos 24 jogos entre os dois treinadores, contudo, o espanhol continua na frente - venceu 10, empatou cinco e perdeu oito.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG