Mbappé: "O golo de bicicleta do Ronaldo foi o melhor que já vi"

O internacional francês admitiu que CR7 se tornou a sua grande inspiração em 2012, quando o jogador português levou a seleção nacional às meias-finais do Europeu.

O internacional francês Kylian Mbappé revelou que o golo de pontapé de bicicleta de Cristiano Ronaldo, com a camisola do Real Madrid frente à Juventus, nos quartos de final da Liga dos Campeões de 2017-18, foi o melhor que alguma vez viu. "O golo de Ronaldo ao Giggi Buffon. Tive a oportunidade de jogar com Giggi, ele falou-me sobre o que sentiu, durante esse golo lendário. Portanto, escolho esse", disse o jogador francês do Paris Saint-Germain à estação de televisão BeIN Sports.

O jovem avançado admitiu ainda que o melhor golo que marcou foi pela seleção francesa frente à Croácia, na final do Mundial 2018. "Foi o golo mais importante que marquei até agora. Escolher um golo é muito complicado para mim, lembro-me de todos. Pela importância do jogo, foi esse", apontou.

O internacional gaulês, de 21 anos, também revelou quais eram os seus ídolos, as suas inspirações... e claro que Cristiano Ronaldo surge na lista. "Gosto muito do Cristiano Ronaldo. Nesta altura temos o Cristiano e o Messi. Tenho a oportunidade de jogar com o Neymar, um jogador que admirava muito quando era mais novo. São jogadores que admiro muito. Se ainda me inspiram? Sim. Quando jogas ao mais alto nível tens de te inspirar nos melhores. Ainda que cada um tenha o seu próprio estilo, conseguiram chegar ao topo. São uma inspiração para todos e eu não sou exceção", concluiu.

A admiração por Cristiano Ronaldo não é de agora. Há oito anos, Mbappé tinha as paredes do seu quarto cobertas por posters e fotografias de CR7, quando levou Portugal às meias-finais do Euro 2012, numa altura em que Mbappé ainda sonhava ser um jogador de futebol. O seu pai Wilfried chegou a revelar que "passava horas a ver vídeos" dele na internet e agora, em 2020, é considerado o melhor avançado do Paris Saint-Germain e representa a seleção francesa desde 2016.

Contudo, depois de um ano cheio de vitórias em 2018, o internacional francês decidiu dar uma reviravolta ao seu quarto através de uma montagem dos melhores momentos da sua carreira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG