Florentino diz não ter tentado contratar Bruno Fernandes, mas abre-lhe as portas no futuro

O presidente do Real Madrid disse numa assembleia de sócios que se limitou a acompanhar o caso do médio do Sporting "à distância".

Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, fez um ponto da situação da atuação da sua direção na última janela do mercado de transferências numa mini assembleia de sócios. Nesse encontro garantiu que se limitou a "acompanhar à distância" os casos de Neymar e Bruno Fernandes, deixando entender que em nenhum dos casos avançou com uma proposta formal.

Ainda assim, o líder dos merengues deixou no ar a possibilidade de poder avançar com uma proposta ao Sporting para adquirir Bruno Fernandes. "Não quer dizer que no vamos tentar contratá-lo no próximo ano", disse, acrescentando que o seu objetivo é sempre "contratar os melhores, mas apenas quando isso é possível". "Estamos a trabalhar para trazermos grandes jogadores no futuro".

A propósito do avançado francês Kylian Mbappé, outro dos alvos falados para o Real Madrid durante o verão, Florentino Pérez lembrou que "o futebol tornou-se muito complexo, pois tornaram-se proprietários de clubes países e empresários muito ricos". De qualquer modo, o presidente merengue recordou que o clube "nunca fez um investimento tão grande". "Contratámos seis jogadores, apesar de já termos um grande plantel. Fomos buscar Hazard, o melhor jogador da Premier League e da Liga Europa, que para mim é o melhor jogador da Europa", sublinhou.

Exclusivos