Bruno de Carvalho: "Sou uma pessoa diferente"

Ex-presidente do Sporting diz que estes foram os piores dias da sua vida.

"Foi o pior momento da minha vida pessoal", diz o ex-presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, sobre estes dias que passou detido em Alcochete.

À porta de sua casa, falando aos jornalistas pela primeira vez desde que saiu em liberdade, esta manhã, Bruno de Carvalho afirmou: "Estes cinco dias foram marcantes". Experimentar a falta de liberdade "dá uma outra perspetiva sobre uma série de coisas", explica. "Só quem passa por esta situação sabe como é o ser humano quando é privado de coisas tão simples quanto um banho, ir à casa de banho quando quiser, ou abrir a porta e sair". E conclui: "Não sei se serei ou melhor mas garantidamente sou uma pessoa diferente".

Bruno de Carvalho agradeceu o apoio da família e também agradeceu a todos os funcionários do estabelecimento da GNR de Alcochete.

Agora, Bruno de Carvalho pede alguma privacidade: "Vou assentar um bocadinho, aproveitar para descansar e estar com a família."

Aos jornalistas, pediu para saírem da porta de sua casa e para não importunarem mais a sua família.

Ler mais

Exclusivos