Federação suspende competições de futebol e futsal por tempo indeterminado

FPF acabou de anunciar a medida, que vai ser aplicada já a partir desta sexta-feira. Sindicato de Jogadores pede que medida seja alargada a todas as competições, inclusive as profissionais.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou nesta quinta-feira que decidiu suspender as competições nacionais de futebol e futsal organizadas pela entidade - a I e II Ligas não estão abrangidas por serem responsabilidade da Liga Portugal. A medida é aplicada a partir de 13 de março e vigora por tempo indeterminado.

Eis o comunicado:

"O grupo de emergência criado pelo Presidente da FPF para monitorizar o impacto do covid-19 reuniu esta quinta-feira de manhã.

Face à limitação crescente de acesso a instalações desportivas e à necessidade de toda a população seguir medidas eficazes de higiene e etiqueta respiratória foi decidido suspender as competições nacionais de futebol e futsal organizadas pela Federação Portuguesa de Futebol. A medida é aplicada a partir de 13 de março e vigora por tempo indeterminado.

A situação provocada pelo covid-19 continuará a ser monitorizada pelo grupo de emergência que poderá rever - ampliando ou reduzindo - as medidas agora implementadas.

O grupo de emergência foi criado pelo Presidente da FPF para monitorizar o impacto do covid-19 nas nossas provas, e é constituído pelo Presidente da FPF, Presidente da Liga Portugal, Presidente da Comissão Delegada das Associações, Presidente do Sindicato de Jogadores, Presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, Presidente da Associação Nacional de Treinadores de Futebol e Presidente da Associação Nacional de Médicos de Futebol."

Quanto às competições profissionais, da alçada da Liga, mantêm-se com a próxima jornada à porta fechada. Mas da reunião que ainda está a decorrer este cenário pode vir a ser alterado.

Sindicato pede suspensão de todas as competições

O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol, entretanto, emitiu um comunicado a pedir a suspensão de todas as competições, face aos últimos acontecimentos, designadamente à confirmação de casos positivos de atletas com Covid-19, em Itália, Espanha e Estados Unidos e à proliferação do número de casos de infeção em Portugal.

"Ouvidos os capitães de equipa que participam na I e II Ligas, comunica o entendimento de que não existem condições para o desenvolvimento da atividade profissional de futebolista em segurança, reforçando acrescidas preocupações com a infeção que, a ocorrer, se traduzirá num prejuízo agravado, porquanto a execução da sua prestação laboral depende, inquestionavelmente, da plena saúde e condição física para o alto rendimento", defende o Sindicato.

"Face ao exposto, o Sindicato solicitou à Liga Portugal e à FPF uma reunião com caráter de urgência do grupo de trabalho criado para monitorizar a situação, tendo em vista a proposta de suspensão de todas as competições desportivas, masculinas e femininas e respetivos treinos, reforçando assim as medidas já introduzidas por recomendação da DGS e médicos especialistas no tema"!, pode ainda ler-se no comunicado, onde é acrescentado que o Sindicato reuniu durante a manhã com a Federação e a Liga e esta tarde terá lugar a reunião do grupo de trabalho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG