Dennis Rodman reza pela "rápida recuperação" do amigo e líder da Coreia do Norte

A antiga lenda do basquetebol está preocupada com a saúde do seu amigo e líder norte-coreano Kim Jong Un.

Dennis Rodman, antigo jogador do Chigaco Bulls, está preocupado com a saúde do seu amigo e líder norte-coreano Kim Jong Un, que segundo a imprensa norte-americana estará em estado grave, depois de ter sido submetido a uma cirurgia cardiovascular. "Espero que seja apenas um boato de que o marechal Kim Jong-Un esteja doente. Espero ter mais informações em breve", disse Rodman na quarta-feira ao site norte-americano Thirty-mile zone (TMZ).

O líder norte-coreano foi visto pela última vez numa reunião em 11 de abril, tendo estado ausente no aniversário do seu avô, Kim Il Sung, no passado dia 15 de abril, o que suscitou algumas questões sobre o seu estado de saúde.

A antiga lenda do basquetebol profissional, que integra o Hall of Fame, conheceu o líder norte-coreano em 2013. Um ano depois levou uma equipa de estrelas a Pyongyang para um jogo de exibição na presença de Kim Jong Un, fã do basquetebol da NBA.

Rodman, que visitou a Coreia do Norte pela última vez em 2017, tendo oferecido ajuda a Donald Trump para estreitar as relações entre os dois países. "Ainda há muito trabalho a ser feito entre estes dois países. Se ele não estiver bem, rezo pela sua rápida recuperação, para que meus amigos [Presidente Trump e Marechal Kim] possam continuar em direção à paz", afirmou o ex-jogador norte-americano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG