Alex Morgan vai ser mãe três meses antes dos Jogos Olímpicos

Futebolista é uma das principais goleadoras da seleção norte-americana.

É uma menina e vai nascer em abril de 2020. A futebolista norte-americana Alex Morgan, de 30 anos, anunciou que está grávida pela primeira vez e que a bebé vai nascer três meses antes dos Jogos Olímpicos, que se realizam no próximo ano em Tóquio, no Japão.

Alex Morgan colocou nas redes sociais uma fotografia com o marido, o também futebolista Servando Carrasco, do LA Galaxy: "Ainda não a conhecemos e já estamos estamos apaixonados por ela. A nova membro da família Carrasco chega em breve":

A jogadora do Orlando Pride é uma das estrelas e também uma das capitãs da seleção norte-americana de futebol feminino, que venceu o Campeonato do Mundo em França, este ano. No Mundial, Morgan, que joga com o número 13, ganhou a Bota de Prata com seis golos marcados, logo atrás da colega de equipa, Megan Rapinoe.

Alexandra Patricia Morgan foi chamada à seleção sub-20 com apenas 17 anos e foi ela a marcar o golo da vitória no Mundial Sub-20 realizado em França em 2008. Em 2012 liderou a campanha do título nas Olimpíadas de Londres e foi dela o golo que garantiu a vitória contra o Canadá no prolongamento que colocou a equipa na final. Nesse ano ficou entre as finalistas do prémio de melhor do mundo da FIFA, mas acabou no terceiro lugar, atrás de Abby Wambach e Marta.

Morgan, que já marcou 107 vezes em 169 jogos internacionais, foi também uma das principais marcadoras na seleção americana nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. Além disso, é uma das principais marcadoras do campeonato americano. Em 2018, foi eleita Futebolista Feminina do Ano nos EUA e no ano seguinte foi novamente finalista da prémio de Jogadora do Ano da FIFA (que seria atribuído a Rapinoe).

Fora de campo, Alex Morga, que é licenciada em Economia Política, é um dos principais rostos da luta pela igualdade no desporto e não só. No último Dia da Mulher, a 8 de março, Morgan e as colegas da seleção apresentaram num tribunal de Los Angeles uma queixa contra a federação de futebol dos EUA por discriminação salarial. "Como é possível termos tido que lutar todo este tempo, ano após ano?", questionou numa entrevista à revista Time, que a elegeu como uma das cem pessoas mais influentes de 2018.

Alex Morgan não se referiu ainda à sua presença nos Jogos Olímpicos, cuja cerimónia de abertura está marcada para 24 de julho de 2020.

Exclusivos

Premium

Gastronomia

Quem vai ganhar em Portugal as próximas estrelas Michelin

É já no próximo dia 20, em Sevilha, que vamos conhecer a composição ibérica das estrelas Michelin para 2020. Estamos em festa, claro, e festejaremos depois com os nossos bravos, mesmo sabendo que serão poucos para o grande nível a que já chegámos. Fernando Melo* escreve sobre os restaurantes que podem ganhar estrelas Michelin em 2020 em Portugal.