A festa da Taça, Mourinho em Stamford Bridge e André Silva contra Messi

Entre os dez jogos a não perder este fim-de-semana temos ainda Cristiano Ronaldo contra um surpreendente goleador polaco, a estreia de Henry no Mónaco e um dérbi em Milão

Vila Real-FC Porto, Taça de Portugal, sexta-feira, 20.15, SportTV1

A festa da Taça passa por aqui. O campeão nacional visita o Monte da Forca, o campo de uma equipa do Vila Real que está habituada à realidade do futebol distrital e que vai ter aqui uma experiência para eternizar na memória coletiva dos locais. Picheleiros, empregados de mesa, veterinários, estudantes e outros futebolistas amadores vão poder medir forças com os craques (mesmo que alguns deles sejam poupados) do FC Porto, na competição onde todos os sonhos são possíveis.

Real Madrid-Levante, La Liga, sábado, 12.00, ElevenSports1

Julen Lopetegui trocou a presença num Mundial de futebol pelo lugar de treinador do Real Madrid, mas ao fim de oito jornadas na liga espanhola o seu reinado já parece estar por um fio. O ex-treinador do FC Porto só conseguiu ver a equipa ganhar quatro dessas partidas, ocupando o quinto lugar na tabela a dois pontos do surpreendente líder Sevilha. Nesta nova vida pós-Ronaldo, o Real Madrid está há quatro jogos consecutivos sem ganhar, em todas as competições. E, pior ainda, sem marcar qualquer golo. Qualquer outro resultado que não uma vitória frente ao modesto Levante, em pleno Bernabéu, pode marcar o fim da era Lopetegui.

Chelsea-Manchester United, Premier League, sábado, 12.30, SportTV2

"Old Mou" regressa à casa que o acolheu como Special One em 2004 para defrontar o clube com o qual ganhou os seus três títulos de campeão inglês, divididos pelas duas passagens que teve por Stamford Bridge. Agora ao serviço do Manchester United, onde procura voltar aos títulos de campeão (ele e o clube), Mourinho já não vive os dias de aclamação como o treinador especial que revolucionou o Chelsea, lutando antes por provar que não é um técnico ultrapassado, como querem fazer valer os seus críticos.

O regresso a Londres - para defrontar um Chelsea que lidera a Premier League sob o comando de um dos técnicos mais em voga do futebol atual, Maurizio Sarri, e que tem o belga Eden Hazard a jogar como nunca - é nisso um desafio simbólico para o português: conseguirá ele (e o seu atribulado United) fazer com que os adeptos do Chelsea saiam do jogo a invejar as memórias dos títulos ganhou com Mou, ou ficará exposto como apenas um pedaço de memorabilia futebolística em Stamford Bridge?

Wolfsburg-Bayern Munique, Bundesliga, sábado, 14.30, ElevenSports3

Num cenário muito pouco visto nos últimos anos, o hexacampeão Bayern de Munique entra este sábado em campo, à oitava jornada, num "chocante" sétimo lugar da Bundelsiga, a quatro ponto do líder Borussia Dortmund. A nova era sob o comando técnico do croata Niko Kovac está a conhecer várias forças de resistência, com muitos dos jogadores a criticarem os métodos de trabalho do técnico que chegou do Eintracht de Frankfurt para suceder ao multi-titulado Jupp Heynckes. Após três jogos consecutivos sem ganhar na Bundesliga, os dois últimos com derrotas mesmo, o Bayern visita o Wolfsburg, que ocupa o nono lugar mas não ganha desde a segunda jornada.

Wolverhampton-Watford, Premier League, sábado, 15.00, SportTV

Acabado de ser eleito como melhor treinador do mês de setembro, Nuno Espírito Santo espera ver reforçado este sábado o excelente início de temporada dos Wolves, na receção a um Watford que também se revelou como um dos protagonistas das primeiras jornadas da Premier League - chegou a partilhar a liderança, com quatro vitórias a abrir -, mas perdeu gás nas últimas jornadas - um empate e três derrotas. Com a armada portuguesa (Rui Patrício, Rúben Neves, Moutinho, Hélder Costa, Diogo Jota, Ivan Cavaleiro) em grande, o Wolverhampton já espreita os lugares europeus e pode reforçar este sábado o excelente campeonato que está a realizar.

Juventus-Génova, Série A, sábado, 17.00, SportTV1

Ronaldo, Ronaldo, Ronaldo, pois claro... Depois de ter passado as últimas semanas a delinear com os advogados a melhor estratégia para o caso que o atingiu fora dos relvados, o internacional português volta à ação pela Juventus em mais uma jornada da Série A. Até agora, a equipa de Turim não perdeu qualquer ponto, em oito jornadas. E Cristiano Ronaldo, ainda em adaptação à realidade de um novo clube e um novo campeonato, já contribuiu com quatro golos e três assistências. Este sábado, CR7 e c.ª recebem o Génova, onde desfila o surpreendente goleador deste início de temporada, o polaco Piatek, que também marcou um golo a Portugal no recente encontro da Liga das Nações.

Estrasburgo-Mónaco, Ligue1, sábado, 19.00, ElevenSports3

Acabado o reinado de Leonardo Jardim, o Mónaco estreia este sábado Thierry Henry como novo técnico. O antigo internacional francês, que se projetara no Principado enquanto jogador, antes de se notabilizar no Arsenal, começa também nos monegascos a sua carreira como treinador principal, depois de uma experiência como adjunto da seleção belga. O desafio é exigente: porque Jardim deixou um legado difícil de superar, com um improvável título de campeão em 2016/17, e porque a equipa está atualmente em zona de despromoção (18.º, com apenas seis pontos em nove jogos). O primeiro teste é uma visita ao Estrasburgo, onde jogam os ex-benfiquistas Mitrovic e Carole e que tem no luso-caboverdiano Nuno da Costa um dos perigos atacantes. A expetativa é muita para ver como vai jogar o Mónaco na era Henry.

Barcelona-Sevilha, La Liga, sábado, 19.45, ElevenSports1

O jogo grande da jornada na liga espanhola tem Camp Nou como palco e o líder em ação. Surpreendentemente, o líder chama-se Sevilha, por esta altura, e vai a Barcelona por à prova essa liderança frente à equipa catalã, que sem estar no nível "crise" do Real Madrid de Lopetegui também não anda longe disso. Messi e companhia levam quatro jornadas consecutivas sem conseguir ganhar um jogo [três empates e uma derrota], o que já fez abrir as hostilidades da crítica contra o treinador Ernesto Valverde. Dessas crises de Barça e Real se tem aproveitado o Sevilha para se meter no topo de La Liga, com os golos de André Silva em destaque na equipa dirigida por Pablo Machín. Sábado, a liderança vai a jogo, entre duas equipas separadas por apenas um ponto - e com o At. Madrid, que tem os mesmo pontos do que o Barça, à espreita para se aproveitar (para isso tem de vencer, horas antes, em Villarreal).

Loures-Sporting, Taça de Portugal, sábado, 20.45, RTP1

O desfile dos três grandes pela terceira eliminatória da Taça termina na noite de sábado, em Alverca, casa em que o Loures recebe o Sporting. A equipa de José Peseiro tem pela frente o atual 13.º classificado da Série C do Campeonato de Portugal mas não pode facilitar na entrega, para não arriscar outro golpe na auto-estima e na relação com os adeptos, depois do naufrágio em Portimão no último jogo para o campeonato. Tudo o que não seja uma vitória "limpa" dará margem para aumentar desconfianças em redor da equipa. Para o Loures, como para todos os clubes pequenos nestas circunstâncias, a festa está garantida.

Inter-Milan, Série A, domingo, 19.30, SportTV3

Para terminar bem o fim de semana, o domingo reserva-nos o Dérbi Della Madonnina, assim chamado em alusão à imagem da Virgem Maria no topo da Catedral de Milão. Se no passado o Inter era a equipa associada à burguesia da cidade e o Milan o clube da classe operária, hoje estão ambos nas mãos de milionários proprietários estrangeiros, proporcionando uma espécie de clássico entre EUA (Milan, gerido por um fundo americano) e China (Inter, controlado pelo grupo Suning Holdings) no dérbi milanês. Ambos na sombra do sucesso da Juventus nos últimos anos, na Série A, Inter e Milan têm uma rivalidade centenária para alimentar da melhor forma. Nesta altura, os nerazzurri de Spalletti estão em terceiro no campeonato, com mais quatro pontos (16) do que os rossoneri de Gattuso (em 10.º, com 12 pontos, mas menos um jogo).

Exclusivos

Premium

Livro

Antes delas... ninguém: mulheres que desafiaram o domínio masculino

As Primeiras - Pioneiras Portuguesas num Mundo de Homens é o livro com as biografias de 59 mulheres que se atreveram a entrar nas profissões só de homens. O DN desvenda-lhe aqui oito dessas histórias, da barrista Rosa Ramalho à calceteira Lurdes Baptista ou às 'Seis Marias' enfermeiras-paraqueditas, entre outras