Surfista japonês Kanoa Igarashi novo líder provisório num dia cheio em Peniche

Kanoa Igarashi venceu a nona bateria da 'ronda dos 32', derrotando o francês Justin Becret, com uma pontuação de 12,17 contra 9,53.

O surfista japonês Kanoa Igarashi assumiu este sábado provisoriamente a liderança do 'ranking' mundial, aproveitando a eliminação do havaiano Barron Mamiya na terceira ronda da etapa portuguesa do principal circuito da Liga Mundial de Surf, em Peniche.

Igarashi, que tem casa em Portugal e é parceiro de treinos de Frederico Morais, aproveitou o conhecimento da Praia de Supertubos para vencer a nona bateria da 'ronda dos 32', derrotando o francês Justin Becret, convidado pela organização, com uma pontuação de 12,17 contra 9,53.

Já Barron Mamiya, que chegou a Portugal na liderança do 'ranking', foi eliminado pelo sul-africano Jordy Smith (10,20 contra 9,36) na terceira bateria, e sabe que vai perder a licra amarela, uma vez que Igarashi já ultrapassou a sua pontuação.

Num dia em que só houve tempo para se realizarem nove das 16 baterias da terceira ronda masculina, uma vez que boa parte do dia foi dedicado à prova feminina, o surfista português Frederico Morais não entrou na água.

'Kikas', que vai discutir a passagem à próxima fase com o havaiano Ezekiel Lau, na 10.ª bateria desta ronda, vai estar na primeira bateria quando for reatada a prova masculina.

O ex-campeão mundial Ítalo Ferreira (11,83), do Brasil, venceu o primeiro 'heat' contra o havaiano Imaikalani deVault (8,03), e, na segunda bateria, houve um raro duelo de irmãos: Miguel Pupo, o mais velho dos dois brasileiros, levou a melhor sobre Samuel Pupo (11,87 e 10,90).

Depois da terceira bateria, que ditou a eliminação de Barron Mamiya, teve lugar uma disputa entre australianos, com Connor O'Leary (12,57) a bater 'à justa' Morgan Cibilic (12,50).

No 'heat' 5, foi o brasileiro Filipe Toledo a ganhar ao australiano Owen Wright, fazendo a pontuação mais alta do dia (15,44 contra 9,40), numa demonstração de mestria nas manobras progressivas.

Seguidamente, o norte-americano Jake Marshall (12,93) afastou o italiano Leonardo Fioravanti (9), o também norte-americano Conner Coffin (13,17) bateu o brasileiro João Chianca (12,50), e o australiano Callum Robson eliminou o compatriota Jack Robinson, num dos duelos mais renhidos do dia (11,93 e 11,34).

Na competição feminina, a maioria das surfistas mais experientes do circuito mundial de surf qualificou-se para os quartos de final da prova de Peniche, com exceção de Brisa Hennessy, líder do 'ranking', que disse adeus à Praia de Supertubos.

O período de espera do MEO Pro Portugal presented by Rip Curl, na Praia de Supertubos, em Peniche, começou na quinta-feira e prolonga-se até 13 de março.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG