St. Juste. O peso de ser o central mais caro de sempre

Central holandês chega a Alvalade proveniente dos alemães do Mainz 05, tendo assinado contrato válido até 2026. Negócio pode chegar aos 12 milhões de euros.

Jeremiah St. Juste é o primeiro reforço do Sporting para 2022-23. O defesa-central holandês, de 25 anos, foi hoje apresentado em Alvalade, depois de assinar um contrato válido até 2026 e ter ficado com uma cláusula de rescisão no valor de 45 milhões de euros. "Estou muito entusiasmado e feliz por estar aqui. Quero muito começar. Mal posso esperar por jogar com a equipa e conhecer os adeptos. O que sei é que são muito bons, cantam muito alto e são intensos", disse St. Juste, que ficou com uma "excelente impressão" do treinador Rúben Amorim: "Falámos sobre a sua visão, que está alinhada com a minha e a das pessoas que me rodeiam. Parece-me o passo perfeito na minha carreira."

St. Juste custou 9, 5 milhões de euros, num negócio que poderá atingir os 12 milhões mediante o cumprimento de objetivos desportivos no valor de até 2,5 milhões. Os alemães do Mainz terão ainda direito a receber 10% do valor de uma futura transferência acima de 12 milhões de euros, segundo o comunicado enviado à CMVM. O Sporting pagou ainda 1,1 milhões de euros de comissões (serviços de intermediação) e terá de ajudar a pagar o mecanismo de solidariedade da FIFA - para compensar clubes formadores até aos 23 anos - ao Feyenoord e ao Heerenveen.

O jogador holandês passa a ser o defesa-central mais caro da história do Sporting. Afinal, nunca o clube leonino investiu tanto na contratação de um defensor. O mais caro até agora tinha sido o argentino Facundo Quiroga, contratado ao Newell"s Old Boys, em 1998, a troco de 5 milhões de euros por 50% do passe. O capitão Sebastián Coates foi o segundo maior investimento feito para essa posição, tendo custado 4, 7 milhões no verão de 2016. Valor agora duplicado para garantir o futebolista holandês de 25 anos que, se cumprir os objetivos, e obrigar os leões a pagar os 2, 5 milhões extra, irá superar o que o Sporting pagou, por exemplo, pelo avançado Bas Dost (11, 5 milhões de euros). E, nesse caso, tornar-se-á no segundo mais caro de sempre, só atrás de Paulinho, que custou 16 milhões, em 2020.

Central supersónico

Sujeito a operações aos dois ombros durante o último ano, St. Juste passou nos testes médicos com distinção. Foi considerado o mais rápido da Bundesliga e detém o recorde de velocidade, com 36,63 km/hora, superando os 36,51 do lateral Alphonso Davies, do Bayern Munique. Além da velocidade e da mobilidade, é um jogador muito forte na antecipação, sai bem a jogar com a bola controlada e tem um grande acerto nos passes longos. O jogo de cabeça e o preenchimento dos espaços são os pontos menos fortes.

Disponível para jogar no sistema de três centrais - joga preferencialmente no lado direito -, Jeremiah St. Juste apresentou-se como "um jogador rápido, com técnica e bom com a bola, mas também agressivo no melhor dos sentidos". E prometeu "dar 1000%" para ajudar a equipa e ganhar títulos.

A má notícia para os sportinguista é que, muito provavelmente, St. Juste foi contratado para o lugar de Gonçalo Inácio, que dificilmente ficará em Alvalade na próxima temporada, tendo em conta os vários interessados no jovem formado na Academia de Alcochete.

isaura.almeida@dn.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG