Roland Garros: Tenista russa detida por suspeita de viciação de resultados

A tenista foi detida no âmbito de uma investigação por suspeitas de viciação de um resultado num jogo de pares na edição passada do torneio Roland Garros.

A tenista russa Yana Sizikova foi detida na quinta-feira, em Paris, no âmbito de uma investigação por suspeitas de viciação de um resultado num jogo de pares na edição passada do torneio de Roland Garros, disse esta sexta-feira fonte policial.

Sizikova, 101.ª jogadora do 'ranking' mundial de pares, foi, de acordo com a mesma fonte, detida após um encontro, na sequência da investigação, que decorre desde outubro, por "corrupção no desporto" e "viciação de resultados".

A investigação, divulgada pelos jornais Die Welt e L'Equipe, recai sobre um jogo de pares femininos, em 30 de setembro de 2020, entre as romenas Andreea Mitu e Patricia Maria Tig e a dupla formada pela russa Yana Sizikova e a norte-americana Madison Brengle, da primeira ronda daquele torneio do Grand Slam.

Em concreto, está em causa o quinto jogo do segundo 'set', em que a jogadora russa fez duas duplas faltas, entregando o ponto às adversárias.

De acordo com a investigação, "quantias elevadas foram apostadas na vitória das romenas, em vários operadores de Paris, com ordens vindas de vários países".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG