O campeão Évora, o candidato Pichardo o estreante Tiago Pereira

Portugal apresenta-se nos Jogos Olímpicos com três atletas no triplo salto. Qualificação começa de madrugada e a final está marcada para quinta-feira. Disciplina já deu medalhas.

Pedro Pablo Pichardo (28 anos) entra na qualificação do triplo salto com a melhor marca do ano. Os 17,92 metros fazem sonhar com uma medalha, numa disciplina com muita história no atletismo português e já duas medalhas. Uma dela de Patrícia Mamona e a outra de Nelson Évora (ouro em Pequim 2008), que também está em prova, assim como o estreante campeão nacional Tiago Pereira. A qualificação começa às 01.00 e a final está marcada para quinta-feira (11.00).

Conseguirá Pedro Pichardo (ou alguém) passar a mítica barreira dos 18 metros em Tóquio 2020? Na história do triplo salto apenas cinco atletas conseguiram tal feito e o luso-cubano é um deles (18,08m, 2015). Sem o campeão Christian Taylor (lesionado) tudo fica mais fácil para o luso-cubano, que foi campeão da Europa em março e tem optado pela descrição e silêncio desde então.

Nelson Évora (37 anos) apurou-se em 26.º lugar do ranking sem conseguir passar dos 16 metros esta época (15, 93 metros). Já em Tóquio, um dos porta-estandartes da Missão portuguesa, surpreendeu ao revelar que foi operado em março a um problema no menisco (joelho direito) e que se preparou para os Jogos Olímpicos em menos de 18 semanas.

Ele já tinha anunciado que estes eram os seus últimos Jogos Olímpicos, mas muitos não perceberam bem o que queria dizer quando afirmou que Tóquio 2020 era a sua "última prova". A última prova por ser a última participação Olímpica ou a última prova por ser um adeus à carreira?

A dúvida não foi desfeita e até a amiga Patrícia Mamona contribuiu para o adensar do mistério depois de conquistar a medalha de prata: "O Nelson Évora vai terminar a carreira nestes Jogos Olímpicos. Ele é uma inspiração para mim. Espero dar continuidade ao que ele tem feito."

Em junho Nelson foi superado por Tiago Pereira (27 anos) nos nacionais. O atleta do Sporting saltou 16,23 metros e sagrou-se tricampeão nacional. Agora estreia-se nos JO. É treinado por João Ganço, que esteve ligado à medalha de ouro de Évora em 2008 e ouviu conselhos do campeão Olímpico para lidar com a ansiedade da estreia.

"O maior perigo dele é ele próprio. O superar-se a si mesmo. Podemos aproveitar os outros para irmos mais além, mas somos sempre nós... E ele só terá de controlar as suas emoções, fazer o que tem de ser feito e superar-se. Somos nós quem nos limitamos. Na verdade, é desafiamo-nos a nós mesmos, pois não estamos aqui a competir contra ninguém", disse o atleta do Barcelona.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG