Exclusivo "Nada é impossível." As reviravoltas históricas da Champions

Barcelona vai tentar hoje mais um milagre - conseguir anular em Paris a derrota por 4-1 com o PSG. Passado mostra exemplos de remontadas históricas.

"Sabemos que nada é impossível. Somos o Barcelona." A frase do treinador Ronald Koeman espelha bem que o clube catalão não se dá como derrotado, apesar de ter pela frente nesta noite uma missão hercúlea no jogo da segunda mão dos oitavos-de-final da Champions: conseguir em Paris, no Parque dos Príncipes, dar a volta à goleada por 4-1 sofrida no jogo de há 15 dias.

"Oxalá seja um jogo diferente. Existe sempre vida e tudo depende de como vamos começar o jogo, da energia que vamos conseguir impor para complicar a vida ao PSG. Depende da nossa efetividade. Nada é impossível. Dependemos de nós próprios, e o importante é que no final, aconteça o que acontecer, possamos dizer que demos o nosso máximo. Mas precisamos de fazer um jogo perfeito", prosseguiu o treinador holandês.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG