Morreu Henrique Vieira, antigo jogador e treinador de basquetebol

Henrique Vieira tinha 65 anos. Foi sete vezes campeão nacional como jogador e duas como treinador, sempre ao serviço do Benfica.

O antigo basquetebolista e treinador Henrique Vieira morreu esta segunda-feira, aos 65 anos. Nascido em Moçambique, onde jogou na Real Sociedade e Sporting de Lourenço Marques, alinhou em clubes portugueses como Académica, Ginásio Figueirense, Atlético e Benfica.

Foi ao serviço dos encarnados que se destacou, tendo conquistado sete títulos de campeão nacional, uma Taça de Portugal, duas Supertaças e duas Taças da Liga. Foi ainda 28 vezes internacional pela seleção nacional.

Henrique Vieira destacou-se ainda como treinador ao serviço de Atlético, Estoril, Oliveirense e Portugal Telecom, tendo depois rumado à Ovarense antes de regressar ao Benfica, onde voltou a ser campeão por duas vezes (2008/09 e 2009/10), conquistando ainda outras tantas Supertaças (2009/10 e 2010/11).

O anúncio da morte de um dos grandes basquetebolistas portugueses foi anunciado por Hermínio Loureiro, que contratou Henrique Vieira quando era dirigente da Oliveirense.

"Perdi um amigo. O desporto em Portugal fica mais pobre. O Henrique Vieira decidiu partir. Foram horas, dias, semanas, meses, anos, milhares de quilómetros percorridos em conjunto. Não foi fácil convencer o Henrique a mudar de Lisboa para Oliveira de Azeméis. Numa primeira fase veio sozinho e só mais tarde veio a família que se adaptou facilmente à cidade onde ainda hoje tem amigos. Guardo memórias fantásticas do Henrique Vieira enquanto treinador da Oliveirense", escreveu o antigo secretário de Estado.

Rui Costa, presidente do Benfica, expressou através do site oficial dos encarnados a "tristeza" e profunda consternação" pelo falecimento de Henrique Vieira. "Foi um dos pilares da geração de ouro do nosso basquetebol, destacado atleta nos primeiros sete de dez títulos conquistados em onze temporadas, com uma participação fulcral na construção dos inolvidáveis percursos europeus na década de noventa, que tanto orgulharam os benfiquistas. Regressou ao nosso Benfica muitos anos mais tarde, como treinador, sagrando-se campeão nacional passados 13 anos do nosso anterior triunfo, repetindo o feito na época seguinte", escreveu Rui Costa, terminando com a certeza que Henrique Vieira "a todos deixa saudades" e que "nunca será esquecido pela nação benfiquista".

A Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) declarou-se de luto, pela morte de Henrique Vieira, homenageando-o com um minuto de silêncio no jogo desta segunda-feira da seleção portuguesa frente a Montenegro, de qualificação para o Mundial 2023, em Odivelas, a partir das 19.00 horas.

"À família de Henrique Vieira e seus amigos mais próximos, a FPB envia as mais sentidas condolências", lê-se no site da FPB.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG