Hélio Fumo é vice-campeão de trail de 100 milhas de Ístria

Português foi vice-campeão no trail de 68 quilómetros que decorreu este fim de semana em Ístria e que faz parte do circuito do UTMB. Hélio Fumo já tinha vencido prova de 41 quilómetros, em 2019, sendo o recordista do percurso.

O atleta português Hélio Fumo conquistou o título de vice-campeão do Green Trail das 100 Milhas de Ístria, prova do circuito mundial do Ultra Trail do Mont Blanc (UTMB).

O atleta português concluiu os 68 quilómetros da prova de trail running, com 2.400 metros de desnível positivo, em 5 horas, 39 minutos e 59 segundos, voltando a brilhar no evento onde em 2019 tinha vencido a competição de 41 quilómetros com o recorde do percurso.

Hélio Fumo apenas foi superado pelo eslovaco Martin Halász, que terminou com o tempo de 5h 33m21s. Em terceiro lugar ficou o holandês Huub Van Noorden, a quase 9 minutos do português.

A edição deste ano da competição ficou marcada pelo mau tempo, que condicionou o desempenho do português. Hélio Fumo fez uma corrida de trás para a frente, tendo conseguido passar no último abastecimento na coliderança. O muito vento, frio e lama que marcaram a fase final da prova e limitaram a performance no último segmento, mas não o impediram de conquistar o segundo lugar, naquela que foi uma das melhores classificações de um português em provas internacionais de corrida a pé nos trilhos.

"Este foi um teste positivo de início de época a nível internacional, pois mais importante do que o bom resultado foi sentir que o treino que tenho vindo a fazer está a começar a refletir-se. A minha preparação tem como foco o Campeonato do Mundo, que se realiza em novembro, onde quero estar no máximo da minha forma para ajudar a seleção nacional a alcançar o melhor resultado possível", afirma Hélio Fumo.

Hélio Fumo tem 38 anos e pratica trail (corrida a pé em trilhos e montanha) há apenas 6 anos, sendo atleta da Seleção Nacional de Trail. Integra as equipas da Compressport Internacional e da Runners do Demo.

Na última edição do Campeonato do Mundo da modalidade alcançou o 10º lugar, a melhor classificação de sempre de um português na competição.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG