Francisco Belo à beira das medalhas e com recorde nacional

Português apurou-se para a final e com a melhor marca pessoal (21.04m) e acabou por bater o recorde nacional por um centímetros (21.28).

Francisco Belo ficou à beira das medalhas. O atleta do Benfica foi quarto classificado na final do lançamento do peso masculino dos Europeus de atletismo em pista coberta, que decorrem em Torun, com a marca de 21,28 metros, novo recorde nacional.

Após o quarto lugar de Glasgow, há dois anos, Belo volta a ficar à beira do pódio, mas apossa-se do recorde nacional em pista coberta da especialidade, que estava com Tsanko Arnaudov (21,27, em 2018).

Nas qualificações, de manhã, Belo fora o primeiro, já com um recorde pessoal de 21,04.

O pódio ficou para o checo Tomas Stanek, primeiro à frente de Michal Haratyk, da Polónia, e de Filip Mihaljevic, da Croácia.

Francisco detestava desporto. Só de o mandarem correr chorava. Só aos 14 anos foi para o atletismo. Era gordinho e chateavam-no para fazer algum desporto. Pesava 122kg e media 1,92m e por decisão do pai foi para o lançamento do peso. Mudou-se de Castelo Branco para Valongo e deu início a uma promissora carreira, mas foi a mudança para Lisboa que lhe deu a certeza que iria triunfar.

Começou a ser treinado por Vladimir Zinchenko, treinador ucraniano radicado em Lisboa há mais de 20 anos e responsável pela ascensão de Marco Fortes e Arnaudov. Foi Vladimir que o impediu de desistir quando o Sporting o dispensou e o Benfica não o quis. Assinou pelo Clube Desportivo de Castelo Branco e não desistiu. A progressão foi tal que acabou por ser contratado pelos encarnados.

E tudo isto enquanto estudava medicina. Acabou o curso o ano passado e prepara-se para escolher a especialidade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG