Félix Correia, o herdeiro de Nani que joga com CR7

Jovem avançado de 20 anos é o oitavo português a representar a Vecchia Signora. É ambicioso e adora jogar sob pressão.

Félix Correia é o outro português que joga na Juventus... para além de Cristiano Ronaldo. Tem 20 anos e é extremo esquerdo, mas também pode jogar a avançado e estreou-se no passado domingo, tornando-se no oitavo português a representar a Vecchia Signora.

Contratado esta época ao Manchester City, o português tem-se destacado nos sub-23 da Juve (cinco golos em 15 jogos). Desde janeiro que treina com a equipa principal e já tinha sido chamado por Pirlo à convocatória por quatro vezes, mas nunca tinha entrado em campo.

No domingo, mereceu a confiança do técnico numa altura em que a equipa estava empatada com a Udinese e precisava de alguém que desequilibrasse e fizesse golos para dar a volta ao resultado. Félix Correia entrou para o lugar de McKennie aos 84 minutos, mas o jogo ficaria marcado pelos golos do outro português da equipa, Cristiano Ronaldo.

Um bis em seis minutos devolveu a equipa de Turim aos lugares de acesso à Champions e fez de CR7 o herói do jogo de estreia do jovem Félix.

É o oitavo jogador português a vestir a camisola da Juventus, depois de Rui Barros, Paulo Sousa, Dimas, Jorge Andrade, Tiago, João Cancelo e Ronaldo. O luso-luxembuguês Dany Mota foi contratado em 2019, mas vendido ao AC Monza antes de se estrear pela Vecchia Signora.

Ambicioso e imune à pressão

Félix começou a jogar no CIF antes de chegar ao Sporting com nove anos. O extremo esquerdo/avançado deixou Alvalade em 2019 para rumar ao Manchester City. Depois de recusar renovar com os leões assinou por cinco épocas com os citizens, mas acabou cedido ao AZ Alkmaar (Holanda), onde apontou três golos em 23 jogos pela equipa B.

Nessa altura já era seguido pela Juventus (além de Barcelona, AC Milan e Benfica), que no verão do ano passado o envolveu no negócio de Pablo Moreno para o City. O passe do jovem internacional foi avaliado em 10, 5 milhões.

A ideia era fazer dele um sucessor de Cuadrado, pelas características que os unem. Assinou até 2025 e quando foi contratado perguntaram ao treinador bianconero se ia integrar o plantel. Pirlo tirou-lhe a pressão, dizendo que poderia ser um jogador "muito útil na próxima época".

Nascido em Lisboa no ano 2001, no Sporting era visto como o herdeiro de Nani pelas raízes cabo-verdianas. Quem o conhece diz que nasceu para os grandes momentos e fazer história no futebol. Extrovertido e ambicioso, é dono de um coração enorme e adora jogar sob pressão.

Tem técnica, velocidade e é forte fisicamente, mas participa pouco no processo defensivo coletivo. O drible é a sua maior arma, mas também saca cruzamentos certeiros e sabe abrir espaços na defesa contrária e aparecer na zona de finalização.

Evoluir como jogador ao lado de Ronaldo tem sido um sonho para o jovem, que tem CR7 como uma referência, embora não o veja como um ídolo. Além de jogar com Ronaldo, Félix também foi formado no Sporting, que segundo o jornalista Claudio Raimondi, será o último clube da carreira do capitão português, que termina contrato com a Juventus em junho de 2022: "Ronaldo quer terminar o seu ciclo na Juventus e depois jogar dois anos no Sporting."

isaura.almeida@dn.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG