Benfica fica sem Lucas Veríssimo até final da época e vai às compras

Defesa central lesionou-se no joelho direito no jogo com o Sp. Braga e vai ser operado. Paulo Madeira defende soluções internas até janeiro e diz que é preciso "sorte" no mercado.

Lucas Veríssimo vai ser operado ao joelho direito e não volta a jogar nesta época. O Benfica confirmou ontem que o central sofreu uma "rutura do ligamento cruzado anterior, associada a lesão do ponto de ângulo postero-externo" do joelho direito, durante o jogo com o Sp. Braga, avisando que o período de recuperação será "prolongado" e que Veríssimo "não volta à competição durante a presente época". O brasileiro de 26 anos só voltará a competir na época 2022-23, o que deverá obrigar a SAD benquista a ir ao mercado em janeiro.

A lesão do jogador aconteceu no jogo de domingo, frente ao Sp. Braga, da 11.ª jornada, que as águias venceram por 6-1, e no qual o central saiu lesionado aos 34 minutos. É uma baixa de peso para o que resta da época, tendo em conta que o central era titular indiscutível e vai desfalcar também a seleção do Brasil - estava convocado para os próximos jogos da canarinha de apuramento para o Mundial 2022.

O defesa chegou à Luz no mercado de inverno da última época a pedido expresso de Jorge Jesus. Fez 17 jogos e dois golos em 2020-21 e totaliza 18 partidas e três golos na presente temporada. Apesar de Morato, que jogou e marcou um golo no jogo com o Bayern Munique, dar garantias a Jesus, o mais provável é que o clube tenha de ir ao mercado contratar um defesa experiente, até porque o Benfica joga habitualmente com três centrais. O defesa brasileiro "era uma peça preponderante neste Benfica de Jorge Jesus" e saber que não joga mais esta época é "terrível para ele, para a equipa e para o balneário", diz Paulo Madeira ao DN.

Agora ligado à representação e mercado de jogadores, o antigo central benfiquista pede "calma" nas análises sobre potenciais reforços e necessidades da equipa. "A época está a decorrer e o mercado só abre em janeiro. Até lá o Benfica tem de encontrar soluções internamente. No jogo com o Sp. Braga, os dois jogadores da formação que entraram ajudaram a estabilizar a equipa para um resultado volumoso: o Morato que entrou para o lugar do Lucas Veríssimo e o Paulo Bernardo para o do João Mário", defendeu o ex-jogador.

Mesmo não sendo treinador nem presidente, Paulo Madeira antevê que o clube da Luz vai ao mercado à procura de um central no mercado de inverno. E com que características? "Na minha opinião, o mais difícil é encontrar no mercado de janeiro algum central disponível com as características do Lucas, que esteja a jogar e que se enquadre dentro daquilo que o Benfica pode pagar", respondeu, acrescentando que tem de ser um jogador que satisfaça as necessidades da equipa e que receba o aval de Jesus: "O Benfica vai precisar de alguma sorte para isso porque no mercado de inverno quase não há movimento de jogadores de topo."

Paulo Madeira não acredita que o treinador mude o esquema de três centrais devido a esta contrariedade, a não ser durante o desenrolar de algum jogo, considerando que Morato "dá garantias e tem estado muito bem". E ainda há Ferro, apesar de ter jogado pouco Jesus.

Quanto a Veríssimo vai precisar de paciência. "A lesão grave é lamentável tanto para o jogador como para o Benfica. Nenhum jogador gosta de receber a notícia que vai ficar muito tempo fora dos relvados. O período de paragem longo precisa de uma boa recuperação e correr da melhor maneira possível. Ele é jovem e tem muito para dar ao futebol, e espero que tenha forças porque infelizmente as lesões fazem parte do futebol e tem de levantar a cabeça", disse.

Além do central brasileiro, o clube da Luz perdeu ainda João Mário - contusão lombar - e Rafa - lesão muscular na coxa direita -, que foram dispensados da seleção nacional. O avançado uruguaio Darwin Nuñez - inflamação no joelho direito e igualmente dispensado da seleção - foi outra das baixas do jogo frente ao Sp. Braga.

isaura.almeida@dn.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG