Will Smith renuncia à Academia devido a agressão a Chris Rock

Ator diz que vai aceitar as consequências que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas considerar apropriadas.

Will Smith pediu demissão da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que organiza os Óscares, após a sua agressão a Chris Rock durante a cerimónia do último fim de semana, anunciou esta sexta-feira em comunicado.

"Estou a apresentar a demissão da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas e aceitarei quaisquer outras consequências que o Conselho considerar apropriadas", escreveu o ator num comunicado divulgado pela Variety.

O incidente aconteceu quando o humorista Chris Rock, que ia apresentar o Óscar de Melhor Documentário, iniciou a sua intervenção com um número de comédia, durante o qual comparou a mulher de Will Smith, a atriz Jada Pinkett-Smith - que não tem cabelo, por sofrer de uma doença autoimune -, à tenente O'Neil, "GI Jane", do filme de Ridley Scott.

Will Smith levantou-se, subiu a palco deu uma bofetada em Chris Rock e regressou ao lugar, de onde continuou a gritar: "Mantém o nome da minha mulher fora da sua 'fucking mouth'".

Em palco, Chris Rock ainda tentou minimizar a situação, mas não disfarçou o incómodo, dizendo que tinha sido um momento para "a história da televisão".

Pouco depois, Will Smith regressou a palco para receber o Óscar de Melhor Ator, e durante o discurso, em lágrimas, pediu desculpa à Academia e aos nomeados, e tentou tentando justificar o seu comportamento, sem falar diretamente da agressão ao humorista.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG