Premium Reaberta a investigação das 30 crianças desaparecidas e assassinadas em Atlanta

Estreia-se nesta segunda-feira na HBO um documentário em cinco partes sobre o caso que assombrou a cidade americana no final dos anos 1970. Atlanta's Missing and Murdered: The Lost Children monta o puzzle da investigação agora reaberta.

A mais recente série de cinco episódios que explora uma das mais dolorosas páginas da história da cidade de Atlanta, escondida nos arquivos judiciais, começa hoje na HBO: Atlanta's Missing and Murdered: The Lost Children. Recupera o caso das três dezenas de crianças e adolescentes negros que foram dados como desaparecidos, e depois encontrados mortos, entre 1979 e 1981. O documentário pega nesta história não esclarecida para fazer um ponto da situação numa altura em que os dossiês foram reabertos para novos testes às provas, com a ajuda das avançadas tecnologias de ADN agora disponíveis.

E é precisamente pelo retomar do caso, 40 anos depois, que tudo começa. No primeiro episódio desta série documental surgem os rostos daqueles que vão remexer no passado, mas também os de quem nunca ficou em paz com esse passado sentido na pele. Não por acaso, como sublinham as autoridades, a investigação que ganha novo fôlego depois de tantos anos só é justificada pelo respeito ao drama pessoal das famílias das vítimas, esquecidas no meio do barulho mediático que veio a colocar uma pedra em cima do assunto: a condenação, em 1981, de Wayne Williams, atualmente em prisão perpétua, acusado do homicídio de dois homens e sobre quem a polícia fez recair as grandes suspeitas de ser o serial killer responsável pelas mortes das crianças. Uma resolução com traços de "fecho de pasta" mal-amanhado e que deixou muitas pontas soltas.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG