O "maior festival de cinema"vai acontecer no YouTube: Cannes, Berlim, Veneza, Tribeca...

Um festival de cinema realmente global? E gratuito? É verdade: vai mesmo acontecer no YouTube. Chama-se "We Are One", está a ser organizado pelo Festival de Tribeca e conta com o apoio, entre outros, de Cannes, Berlim e Veneza.

"Nós somos o Mundo": foi em 1985 que artistas de todo o mundo se uniram através de um canção, We Are the World, com o objetivo de arrecadar fundos para o combate à fome no continente africano. Os tempos são bem diferentes e o que está em jogo é de outra natureza, mas o projecto "We Are One" ("Somos um" ou "Estamos unidos") não deixa de possuir a mesma ambição global. É essa ambição que está expressa no seu subtítulo: "Um Festival de Cinema Global".

A iniciativa está a ser gerida pelo Festival de Tribeca e resume-se numa ideia muito simples, realmente global: durante dez dias - 29 de maio a 7 de junho - teremos à disposição no YouTube [https://www.youtube.com/weareone ] um conjunto de eventos organizados com o patrocínio de nada mais nada menos que duas dezenas dos mais importantes certames de cinema de todo o mundo.

Além de Tribeca (o festival de que Robert De Niro foi um dos fundadores, em 2002), o evento global conta com a participação dos três gigantes europeus - Cannes, Berlim e Veneza -, a par, por exemplo, de Locarno, Londres, San Sebastian, Sarajevo e Toronto. A programação, além de gratuita, não incluirá publicidade, repartindo-se por longas e curtas-metragens de vários géneros, documentários e painéis de discussão. Os visitantes serão convidados a dar algum contributo para um fundo de combate à covid-19, a ser entregue à Organização Mundial de Saúde.

Para a história, talvez se possa dizer que este ficará como o "maior festival de cinema" a que o mundo já assistiu. Em qualquer caso, é de prever que o essencial da programação (a divulgar nas próximas semanas) não seja dominado pelas novidades. Na verdade, além de comprometer a performance comercial de filmes inéditos, qualquer "antecipação" poderia pôr em causa os próprios certames patrocinadores que, online ou não, continuam a organizar as suas programações.

Assim, por exemplo, Veneza já fez saber que pretende manter o habitual calendário de setembro, ainda que em moldes adaptados à situação, enquanto Cannes, depois de dois adiamentos, não desistiu da sua concretização tradicional, recusando a hipótese de um festival online.

Uma coisa é certa: "We Are One" vai ser um acontecimento realmente global, consagrando um modelo de difusão do cinema que, de uma maneira ou de outra, tem sido reforçado pela nossa situação de confinamento. Jane Rosenthal, outra das personalidades ligadas ao nascimento e à gestão do Festival de Tribeca, lembrou que o projeto envolve "curadores, artistas e contadores de histórias", sublinhando o seu significado cultural e simbólico: "Trabalhando com os nossos extraordinários parceiros, e também com o YouTube, esperamos que cada um possa sentir o sabor daquilo que faz de cada festival um acontecimento único, apreciando a arte e o poder do cinema."

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG