Morreu Orson Bean. Ator de 'Donas de Casa Desesperadas' tinha 91 anos e foi vítima de atropelamento

O ator e comediante Orson Bean morreu na noite de sexta-feira aos 91 anos, em Los Angeles, vítima de atropelamento. Participou em mais de 50 filmes e mais recentemente na série Donas de Casa Desesperadas.

O gabinete do médico legista do condado de Los Angeles confirmou a morte de Orson Bean (1928-2020) na passada noite de sexta-feira e revelou que o caso estava a ser investigado como uma fatalidade "relacionada com o trânsito", ocorrida no bairro de Venice, em Los Angeles, Califórnia.

Um atropelamento de um homem por dois veículos, ocorrido neste bairro, foi confirmado pela polícia, que não identificou a vítima. No entanto, meios locais de comunicação social nomearam a vítima como sendo Orson Bean, com base em relatos de testemunhas oculares.

Bean nasceu em Burlington, Vermont, em 1928, com o nome de Dallas Frederick Burrows, mas escolheu o nome artístico de Orson Bean porque, nas suas palavras, "era engraçado". Participou em inúmeros programas de televisão, mais recentemente na série Donas de Casa Desesperadas, mas desde 1959 que surge na televisão em To Tell de Truth, tendo interpretado o papel de um astuto comerciante na série Doutora Quinn, o dia-a-dia de uma médica que deixou Boston para rumar a uma pequena cidade no oeste selvagem.

Participou também em filmes como Anatomia de um crime (1959) e Being John Malkovich (1999) e em várias produções da Broadway, recebendo uma nomeação para um Tony Award em 1961 na categoria de melhor ator num musical por Subways Are for Sleeping.

Orson Bean não foi um americano típico, tendo-se tornado um dos últimos hippies, estado na lista dos suspeitos de ser comunista em Hollywood e fundado uma associação dos Aficionados do Bucha e Estica.

Nos anos 1970, após ter fundado uma escola progressiva, mudou-se para a Austrália com receio de um golpe de estado promovido pelos generais norte-americanos. Nesse país tornou-se adepto do psicoanalista Wilhelm Reich e escreveu um livro sobre teorias sexuais.

Orson Bean era uma das personalidades americanas que o famoso apresentador Johny Carson apreciava, tendo-o convidado a estar no The Tonight Show mais de 200 vezes.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG