Tributo de Madonna a Aretha Franklin criticado pelos internautas

Madonna recordou como Aretha Franklin ajudou a mudar o rumo da sua vida, mas houve quem achasse que a 'rainha do pop' fez da homenagem um discurso sobre si mesma

O discurso de Madonna na noite dos MTV Video Music Awards, esta segunda-feira, em Nova Iorque, está a causar polémica. Poucos dias depois de celebrar 60 anos, a 'rainha da pop' subiu ao palco para entregar o prémio a Camila Cabello e, num discurso de aproximadamente 10 minutos, fez uma homenagem a Aretha Franklin, que morreu na quinta-feira, aos 76 anos. Mas as suas palavras não convenceram alguns telespectadores, que usaram o Twitter para criticar Madonna, acusando-a de se focar demasiado em si mesma.

Sem muito tempo para preparar uma homenagem à rainha da música soul, os produtores optaram por dar a palavra à rainha da pop. No discurso, Madonna contou como uma audição em que cantou uma versão de "(You Make Me Feel Like) A Natural Woman", de Aretha Franklin, mudou a sua vida, dando início ao seu percurso como cantora.

"Nada disto teria acontecido sem a nossa senhora da soul [...] Quero agradecer-te Aretha, por nos dares poder a todas. Longa vida para a rainha", disse, no final da história.

Após o discurso, conta a agência Reuters, alguns telespetadores usaram o Twitter para criticar a 'rainha do pop', dizendo que não se concentrou o suficiente em Aretha Franklin.

"O tributo de Aretha Franklin a Madonna é a Madonna a contar uma história sobre si mesma, embora reconheça que ela amava o álbum Lady Soul", escreveu o autor Michael Arceneaux.

Evette Dionne, feminista, também usou o Twitter para criticar a artista: "Madonna fez a morte de Arteha Franklin sobre si mesma e a sua própria viagem musical".

Ler mais

Exclusivos