Bohemian Rhapsody surpreende nos Globos. Lady Gaga nomeada

Vice, por estar nomeado para comédia, foi o vencedor das nomeações dos prémios da imprensa estrangeira de Hollywood. Os globos serão atribuídos dia 6 de janeiro e Bohemian Rhapsody conseguiu estar nomeado para melhor filme para alegria dos fãs dos Queen.

A Hollywood Foreign Press Association anunciou hoje os nomeados para os Golden Globes, a cerimónia que terá lugar no dia 6 de janeiro e que é a grande atração da temporada de prémios pré-Óscares. Uma lista onde os principais favoritos estão todos lá: A Favorita, com cinco nomeações, Green Book - Um Guia para a Vida, também com cinco, Roma, com três, Assim Nasce uma Estrela, com cinco, entre as quais uma para Bradley Cooper e outra para Lady Gaga,e Black Panther, com três.

De notar o grande número de nomeações de Vice, de Adam McKay, uma sátira ao regime de George W. Bush e Dick Cheney, que com as suas seis nomeações estabelece-se como um dos fortes concorrentes a filme do ano nesta corrida dos prémios americanos.

No que toca a derrotados, Clint Eastwood e o seu Correio de Droga ficaram de fora. São muitos os que acreditam que a Warner está a colocar todas as fichas em Assim Nasce uma Estrela, um dos filmes com mais nomeações, e a não investir muito neste novo thriller de Eastwood, que tem também Bradley Cooper no elenco.

De referir ainda a omissão às atrizes de Roma, de Alfonso Cuáron e a injustiça a Nicole Kidman, em Boy Erased, que merecia a nomeação de atriz secundária. Acabou por estar nomeada como melhor atriz em Destroyer, onde cai na "ratoeira" do número envelhecimento.

Também ilustres ausentes: Sam Elliot, em Assim Nasce uma Estrela, Ethan Hawke em No Coração da Escuridão e Ryan Gosling em O Primeiro Homem na Lua.

Private Life, de Tamara Jenkins, era a possibilidade de um pezinho do cinema "indie", mas ficou de fora, tal como Um Lugar Silencioso, o grande filme de John Krasinski (foi eleito um dos melhores do ano pelo American Film Institute), que será obrigado a contentar-se com a nomeação de melhor partitura.

Outra das audácias desta lista foi o esquecimento em torno de Guerra Fria/Cold War, de Pawel Pawlikowski, que na categoria de filme estrangeiro provavelmente ficou de fora para dar acesso a Roma, de Alfonso Cuarón (nos estatutos da HFPS não pode concorrer para melhor filme por ser falado em castelhano)

A grande surpresa desta lista de nomeados é Bohemian Rhapsody, a biografia dos Queen. O filme foi nomeado para melhor obra dramática e tem também Rami Malek na lista dos melhores atores do ano. Altamente improvável a aparição de Uma Guerra Pessoal, de Matthew Heineman, com Rosamund Pike e a canção de Annie Lennox nomeadas. Uma excentricidade da Hollywood Foreign Press Association que não deve ter eco na Academia.

Parece-nos justíssima a presença de Lucas Hedges em Boy Erased, na competição de melhor ator, ele que também poderia estar como melhor ator em O Ben Está de Volta, onde interpreta um jovem toxicodependente com uma relação de amor incondicional com a mãe, Julia Roberts.

Curiosas as apostas em Crazy Rich Asians, o êxito surpresa do ano (acabou de chegar a Portugal no mercado de Video on Demand), e no ator John David Washington, de BlaKkKsman, de Spike Lee, que esteve fora de muitas outras nomeações em círculos de críticos.

Soube-se também hoje o nome dos apresentadores da cerimónia de dia 6 de janeiro: Andy Shamberg e a atriz Sandra Oh. Os Golden Globes voltam à forma do casal.

Melhor Filme Drama

Black Panther, BlacKkKlansman Infiltrado, Bohemian Rhapsody, If Beale Street Could Talk, Assim Nasce uma Estrela

Melhor Comédia

Crazy Rich Asians A Favorita Green Book- Um Guia para a Vida O Regresso de Mary Poppins Vice

Melhor Atriz Drama

Glenn Close, A Mulher, Lady Gaga, Assim Nasce Uma Estrela, Nicole Kidman, Destroyer, Melissa McCarthy, Can You Ever Forgive Me?, Rosamund Pike, Uma Guerra Pessoal

Melhor Atriz Comédia/Musical

Emily Blunt, O Regresso de Mary Poppins, Olivia Colman, A Favorita, Elsie Fisher, Eighth Grade, Charlize Theron, Tully, Constance Wu, Crazy Rich Asians

Melhor ator Drama

Bradley Cooper, Assim Nasce uma Estrela , Willem Dafoe, À Porta da Eternidade, Lucas Hedges, Boy Erased, Rami Malek, Bohemian Rhapsody , John David Washington, BlacKkKlansman - Infiltrado

Melhor ator secundário

Mahershala Ali, Green Book- Um Guia para a Vida, Timothée Chalamet Beautiful Boy, Adam Driver, BlacKkKlansman- Infiltrado Richard E. Grant, Can You Ever Forgive Me? Sam Rockwell, Vice

Melhor atriz secundária

Amy Adams Vice, Claire Foy, O Primeiro Homem na Lua, Regina King If Beale Street Could Talk, Emma Stone A Favorita, Rachel Weisz, A Favorita

Melhor realizador

Bradley Cooper, Assim Nasce uma Estrela Alfonso Cuarón, Roma Peter Farrelly, Green Book- Um Guia para a Vida Spike Lee, BlacKkKlansman- Infiltrado Adam McKay, Vice

Melhor ator Comédia/Musical

Christian Bale, Vice Lin-Manuel Miranda, O Regresso de Mary Poppins Viggo Mortensen, Green Book- Um Guia para Vida Robert Redford, Cavalheiro com Arma John C. Reilly, Bucha e Estica

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Começar pelas portagens no centro nas cidades

É fácil falar a favor dos "pobres", difícil é mudar os nossos hábitos. Os cidadãos das grandes cidades têm na mão ferramentas simples para mudar este sistema, mas não as usam. Vejamos a seguinte conta: cada euro que um português coloca num transporte público vale por dois. Esse euro diminui o astronómico défice das empresas de transporte público. Esse mesmo euro fica em Portugal e não vai direto para a Arábia Saudita, Rússia ou outro produtor de petróleo - quase todos eles cleptodemocracias.