Almodóvar entre Brokeback Mountain e Amália 

Soube-se esta semana que o cineasta espanhol tem um novo projeto de curta-metragem, com Ethan Hawke e Pedro Pascal, mais um português no elenco. O título é inspirado num fado de Amália.

Strange Way of Life. Assim se chama a curta que Pedro Almodóvar prevê começar a filmar em agosto no deserto de Tabernas, em Almería, mais precisamente, nos cenários construídos há cinco décadas para a "trilogia dos dólares" de Sergio Leone. O desejo de voltar a essa província, onde antes ambientou duas sequências de outros filmes seus (Laberinto de Pasiones e Fala com Ela), já tinha sido manifestado há um par de anos no Festival de Veneza, referindo-se em específico aos locais que preservam alguns desses cenários utilizados pelo realizador de O Bom, o Mau e o Vilão. É, portanto, no território do western - quiçá spaghetti, mas sempre numa leitura pessoal do género cinematográfico - que Almodóvar agora se propõe estrear, sendo a sua segunda curta em língua inglesa, depois do brilhante "exercício" de A Voz Humana com Tilda Swinton.

Não é a primeira vez, porém, que o western lhe bate à porta. Em entrevista ao Indiewire, a partir do seu escritório na produtora El Deseo, o realizador espanhol recordou o convite que em tempos lhe fora feito para realizar O Segredo de Brokeback Mountain (2005), antes da entrada de Ang Lee no projeto. "Acho que Ang Lee fez um filme maravilhoso, mas eu nunca acreditei que eles me dessem total liberdade e independência para fazer o que queria", diz, acrescentando que a relação homossexual dos cowboys no filme (Heath Ledger e Jake Gyllenhaal), de acordo com o conto de Annie Proulx em que se baseia, tem uma essência animalesca, e "para mim era impossível ter isso num filme de Hollywood." Strange Way of Life surge assim como uma assumida resposta a Brokeback Mountain.

O título, tradução de Estranha Forma de Vida, provém do tema de Amália Rodrigues e, segundo Almodóvar, a sua relação com a história do filme tem que ver com a tristeza inerente ao fado: "Estas músicas são todas muito tristes, e é também assim que as duas personagens principais vivem."

Com uma duração prevista de 30 minutos, Strange Way of Life vai então juntar Ethan Hawke e Pedro Pascal (o ator debaixo do fato de Mandalorian), respetivamente, na pele de um xerife e de um pistoleiro de meia-idade, num elenco que inclui ainda o português José Condessa, um dos rostos da série Rabo de Peixe, neste momento a ser filmada para a Netflix. Tudo o que o realizador revela sobre a sinopse do filme é que os protagonistas vivem em lados opostos, não se veem há 25 anos, e "um deles viaja pelo deserto para encontrar o outro." O resto já se adivinha, embora Almodóvar faça questão de sublinhar que "a masculinidade é um dos assuntos do filme".

Ainda com outro projeto em mãos, a longa-metragem A Manual for Cleaning Women (Manual Para Mulheres de Limpeza, a partir do best-seller póstumo de Lucia Berlin), esse protagonizado e coproduzido por Cate Blanchett, pode dizer-se que Almodóvar está lançado nas produções em língua inglesa. Sempre mantendo a ideia de salvaguarda da sua liberdade criativa. "Nos EUA, há muitas pessoas com poder que precisas de ouvir. Mas aqui em Espanha não ouço ninguém. Quer dizer, ouço o meu irmão [Agustín Almodóvar, produtor da El Deseo], mas posso ser independente."

dnot@dn.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG