A Downton Abbey para as jovens que leram "O Colégio das Quatro Torrres"

A adptação em 13 episódios pela BBC das aventuras de Enid Blyton de O Colégio das Quatro Torres faz lembrar a série Downton Abbey para os mais jovens. Histórias num tempo de guerra que até têm paralelo com os dias de hoje.

As aventuras da jovem estudante Darrell Rivers (Diana na tradução portuguesa) tiveram há décadas muito sucesso entre milhões de jovens leitoras de todo o mundo e quando parecia que as seis histórias passadas no Colégio das Quatro Torres (Malory Towers no original) que Enid Blyton escreveu iam apenas ficar na memória das recordações da juventude, esses mesmos milhões de leitoras poderão recordar tudo ao vivo e a cores... É que a BBC produziu 13 episódios e poderão ser vistos já no início de abril.

E a frase de campanha promocional não oficial para esse regresso das aventuras da jovem que pela primeira vez sai de casa para frequentar a escola Benenden já se transformou num apelo direto a esses tais milhões de antigas leitoras dos livros de Enid Blyton, as que (muito) mais adultas seguiram as várias temporadas de Downton Abbey. Ou seja, os 13 episódios de O Colégio das Quato Torres já foram apelidados de Downton Abbey para jovens!

Os livros tiveram uma inspiração real, a da própria filha de Enid Blyton ter sido deslocada para uma escola do género durante a II Guerra Mundial, argumento que inspirou a escritora para a meia dúzia de volumes de O Colégio das Quatro Torres com as experiências que uma jovem teria após uma mudança de vida.

O slogan 'Downton Abbey para jovens' não surge por acaso, é que é esse o género de cenário onde tudo se vai passar, num paralelo que faz lembrar a série Downton Abbey, só que com acontecimentos próprios da adolescência. Uma adolescência que muitos dos jovens daquela época foram privados de viver devido à guerra.

Tudo começa no dia em que a protagonista, Darrell Rivers, chega ao Colégio das Quatro Torres. Como Diana tem um feitiozinho pouco fácil, mesmo que seja uma jovem popular e bem-sucedida, o seu frequente saltar da tampa e levar avante a sua vontade vai gerar um sem fim de histórias.

Apesar de o original retratar os costumes da época, esta adaptação vai inspirar-se também em problemas atuais para as jovens da idade da protagonista: bullying e ao mesmo tempo adereços de moda, disputas e momentos de amizade insuperável. Tudo aquilo que em tempos fez sonhar muitas jovens com uma vida trepidante como era a desse Colégio que Edid Blyton deu vida literária.

Curiosamente, os tempos em que Enid Blyiton escreveu estes livros foram complexos e de grande angústia devido ao grande conflito mundial e vai estrear-se numa época parecida, a da pandemia a nível mundial do coronavírus. Uma semelhança que foi ressaltada em entrevista que as adaptadoras dos livros para a série, Sasha Hails e Rachel Flowerday, ao dizerem que "este é uma história própria para a família, com pais e filhos a verem o mesmo programa na televisão nestes tempos difíceis."

As duas responsáveis pela adaptação também relevaram o facto de ser uma série pós #MeToo e que Enid Blyton já incluía nos seus escritos temas muito próprio do feminismo.

A série foi filmada na Cornualha e na região de Devon, ilustrando perfeitamente as descrições de Enid Blyton.

Personagens

Diana (Darrell Rivers) por Ella Bright, a protagonista dotada de um grande sentido e justiça mas cheia e opiniões e atitudes que lhe complicam a vida

Gwendoline Mary Lacey por Danya Griver, a jovem egoísta e preguiçosa que acha que o lugar da mulher é em casa

Sally Hope por Sienna Knights, a jovem doente que será uma grande amiga de Darrell

Alicia Johns por Zoey Siewert, a jovem mais independente e que os pais canadianos deixaram durante um ano na escola

Katherine por Twinkle Jaiswal, a mais adulta e que ajuda as outras a esclarecer as suas dúvidas de adolescente.

Mary-Lou, por Imogen Lamb, é a mais tímida e grande amiga de Darrell

Jean por Beth Bradfield, a menina pragmática e leal com as colegas

Irene por Natasha Raphael, a jovem mais dotada ao nível musical

Emily por Saskia Kemkers, sempre pronta para ajudar as companheiras

Miss Grayling por Jennifer Wigmore, a responsável pelo Colégio das Quatro Torres.

Matron por Ashley McGuire, a que gosta de deter o poder

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG