Exclusivo À descoberta de uma família iraniana

Leila"s Brothers, filme do Irão assinado por Saeed Roustaee, é uma das boas surpresas da secção competitiva de Cannes: um drama familiar com ressonâncias universais.

E se o filme iraniano Leila"s Brothers fosse, inesperadamente, um dos grandes candidatos à Palma de Ouro da 75.ª edição do Festival de Cannes? De facto, se o júri presidido pelo ator francês Vincent Lindon está à procura de filmes que reflitam experiências muito particulares (de pessoas, grupos, instituições, etc.), capazes de refletir o "estado do Mundo" e envolver importantes ressonâncias universais, esta terceira longa-metragem do iraniano Saeed Roustaee possui os elementos necessários e suficientes para satisfazer tais requisitos - tudo encenado com invulgar talento, importa acrescentar.

Num universo dominado pelo poder masculino, este é um drama construído a partir de uma personagem de mulher, Leila, interpretada pela brilhante Taraneh Alidoosti. O equilíbrio do seu núcleo familiar - os pais e os quatro irmãos que o título refere - vai ser abalado por convulsões que provêm tanto da escolha de um novo patriarca (da família, precisamente) como das perturbações decorrentes da instabilidade dos mercados financeiros (a certa altura, ironicamente ou não, abalados por um tweet publicado por Donald Trump).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG