7 dias, 7 propostas por Julien Letartre

1. Praia
Costa Caparica
Praia do Castelo
e Restaurante Borda d"Água na Praia da Morena
Domingo, 12 de dezembro


Estas são sugestões que para mim fazem sentido e que têm a ver, de alguma forma, com França. Curiosamente, de todas as minhas sugestões para os próximos sete dias este é a menos francesa de todas. Para mim o domingo perfeito é na praia, sobretudo no inverno porque posso levar o meu cão e passear com ele. A minha praia preferida para isso é a Praia do Castelo, na Caparica. Depois do passeio aconselho comerem um bom peixe grelhado no restaurante Borda d"Água, na praia da Morena, é uma maravilha! É um restaurante fabuloso com uma equipa muito, muito simpática.

2. Livro
Jean Paul Dubois
Un Vie Française/Uma Vida Francesa (Ed. Asa)
Segunda, 13 de dezembro

Para este dia escolho um livro que li este ano e que adorei. Chama-se Une Vie Française, de Jean-Paul Dubois [Edição portuguesa: Uma Vida Francesa, Ed. Asa]. Adorei este livro. Conta a história de um rapaz que passa por todos os presidentes da República de França desde os finais dos anos 1950 - e eu gosto muito de política. Esse rapaz torna-se num homem com uma vida muito interessante, que é acompanhada através do relato dos acontecimentos políticos mais importantes de França nos últimos cinquenta anos. Para quem gosta da história de França é um livro muito giro. Venceu o prémio Femina em 2004.

3. Comer
Le Comptoir Parisien
Restaurante na rua Vieira Portuense, 44, Lisboa
Quarta, 14 de dezembro

Sugiro almoçar num restaurante que gosto imenso: o Le Comptoir Parisien. Um restaurante em Belém que é de um casal francês, o Gilles e a Nicole, que tinha restaurantes em Paris e decidiu vir para Lisboa e montar um novo espaço. Quando estou lá, sinto-me em França porque há o mesmo tipo de serviço - requintado, mas ao mesmo tempo relaxado e com pratos tipicamente parisienses.
O pão deles é fornecido por mim, é da Eric Kayser. É um local mesmo agradável. Fazem falta estes locais onde há um acolhimento personalizado quando passam a conhecer melhor os clientes. Quando vou lá sinto-me em casa. Vale mesmo a pena.

4. Viajar
Alentejo
Marvão, Castelo de Vide, Portalegre
Quarta, 15 de dezembro

Vou fazer esta viagem logo depois do dia de Reis. Vou sair com a família por três/quatro dias para o meu sítio preferido em Portugal - e que não tem nada a ver com França -, a zona de Marvão, Castelo de Vide e Portalegre. É um local com uma alma fantástica. E este ano é o meu filho Tiago, que tem 11 anos, que está a organizar a viagem sob a temática dos Romanos. Por lá há uns vestígios romanos muito interessantes e vamos andar a descobri-los. Depois do Natal estaremos de rastos com os dias loucos que sempre acontecem por esta altura nas lojas Eric Kayser e vamos para lá descansar um pouco.

5.Passear
Das Docas a Belém
Central Tejo/Museu da Eletricidade
Quinta, 16 de dezembro

É um passeio que adoro fazer numa zona lindíssima de Lisboa, ao longo do rio, entre as Docas de Alcântara e a Torre de Belém. É super agradável com muitas pessoas a fazer desporto e a passear, e um ambiente muito bom. Nesse passeio ao longo do rio Tejo há a Central Tejo/Museu da Eletricidade que me traz muitas lembranças dos edifícios da zona onde nasci, no norte de França. A Central foi projetada por um belga, Lucien Neu, e tem todo o rastro das paisagens da minha terra com aquele tipo de tijolo. É um passeio que costumo fazer a pé com o meu cão, o Biggy, e com boa música nos ouvidos. Ou então vou com um amigo fazer aquilo que chamo de "passeio socrático", para falarmos e tratarmos de assuntos. Acredito que andar e falar é a melhor forma de resolver problemas.

6. Música
Ben Mazué
Mathis, do álbum Paradis (2021)
Sexta, 17 de dezembro


Aconselho um cantor francês que ultimamente tenho ouvido imenso. Chama-se Ben Mazué e é um cantor de textos. Tem uma característica que acho impressionante: é médico. Acabou os estudos de medicina e dedicou-se à música. Escreve umas letras fabulosas sobre o dia-a-dia das pessoas, especialmente uma música chamada Mathis que provavelmente é a mais bela canção escrita sobre a adolescência do ponto de vista dos pais. É sobre a relação dele com o seu filho adolescente. Faz chorar quem tem filhos adolescentes. É lindo. Em alguns serviços de streaming as letras estão disponíveis e é mais fácil para entender.


7. Filme
Edmond (2018)
Realizado por Alexis Michalik
Sábado, 18 de dezembro

Aos sábados gosto de ver filmes com os meus filhos. Há uma peça de teatro que adoro e representa muito bem a França e os valores franceses que é o Cyrano de Bergerac, escrita pelo Edmond Rostand.E há um filme que se chama precisamente Edmond que é sobre o processo dele a escrever a peça. É um filme que gosto muito e que aconselho. Rostand era um escritor falhado até escrever o Cyrano, que se tornou num dos maiores sucessos de teatro de todos os tempos. E é algo que se pode ver com crianças. É um super filme, cheio de bons sentimentos e os diálogos são muito bons.

Escolhas e sugestões por Julien Letartre Conselheiro dos Cidadãos Franceses em Portugal/ Conseiller des Français du Portugal e administrador da Eric Kayser

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG