Concerto cancelado após morte de namorada de Jagger

Os Rolling Stones cancelaram hoje o primeiro concerto da digressão australiana após a notícia da morte da companheira do vocalista do grupo Mick Jagger, informou o promotor da digressão.

"Não temos mais informações de momento. Os portadores de bilhetes devem mantê-los até nova indicação", disse a Frontier Touring, em comunicado.

Os Rolling Stones aterraram na segunda-feira num avião particular em Perth, na costa oeste da Austrália, onde deveriam atuar na quarta-feira, mas o concerto foi cancelado depois de a estilista norte-americana L'Wren Scott ter sido encontrada morta no seu apartamento em Nova Iorque.

O porta-voz do músico britânico afirmou na segunda-feira que Mick Jagger ficou "completamente chocado e devastado" com a notícia da morte da namorada de 49 anos.

A notícia do falecimento de L'Wren Scott levou também uma das filhas de Jagger, a modelo britânica Georgia May, a cancelar hoje uma apresentação num evento de moda na cidade australiana de Melbourne para seguir para Nova Iorque.

A comunicação social norte-americana avançou que a estilista e ex-modelo foi encontrada em casa com um lenço à volta do pescoço.

L'Wren Scott namorava com Mick Jagger desde 2001, após a separação do cantor da também ex-modelo Jerry Hall.

De acordo com os media norte-americanos, não foi encontrado nenhum bilhete no apartamento da estilista.

Os Rolling Stones atuaram este mês em Macau e Xangai entre outras cidades contempladas pela tournée "14 On Fire".

Com início previsto em Perth, a tournée na Austrália contemplava também as cidades de Adelaide, Sydney, Melbourne, Brisbane, seguindo depois para a cidade neozelandesa de Auckland.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG