Premium Diferenças entre os sexos. O que diz a ciência

Num tempo de novas consciências e novas realidades sociais e laborais, de vivências mais abertas das relações, do sexo e do amor, a ciência tem uma palavra a dizer. E pode iluminar o caminho para desarmadilhar preconceitos

Biologia ou cultura? Natureza ou pressão social? Ou as duas - mas, nesse caso, qual o peso de cada uma delas? O debate sobre as diferenças entre homens e mulheres é marcado por posições muitas vezes extremadas, com fações opostas esgrimindo argumentos contraditórios e estudos para todos os gostos. Na verdade, tanto provam uma coisa como o seu contrário. E a conversa sobre o que elas significam nas sociedades modernas parece estar hoje mais acesa - e contaminada - do que nunca.

Esta semana, o físico italiano Alessandro Strumia foi protagonista de um episódio infeliz, que lhe custou, para já, a suspensão no CERN, o Centro Europeu de Física Nuclear, e na Universidade de Pisa, e que acaba por mostrar também o ambiente tenso que se vive em torno destas questões.

Ler mais

Exclusivos