Praias vigiadas? No sul do país e pouco mais

Nas maioria das praias do norte e centro do país já terminou a época balnear. A Autoridade Marítima Nacional recomenda que a população opte por praias que ainda disponham de assistência permanente

O outono começa este domingo, mas as temperaturas vão continuar a convidar os portugueses a banhos de sol e mergulhos no mar. No entanto, como a época balnear já terminou na maioria das praias portuguesas, estas deixaram de ser assistidas em permanência por nadadores salvadores. As exceções estão, essencialmente, nos concelhos de Almada, Cascais e na região do Algarve.

Num comunicado publicado esta semana, a Autoridade Marítima Nacional (AMN) recomendou "que a população opte por praias que ainda disponham de assistência permanente, adotando sempre uma cultura de segurança e prevenção, redobrando os cuidados junto à linha de água".

De acordo com a portaria que fixou as épocas balneares para o ano de 2018, no norte, por esta altura já só há uma praia com vigilância em permanência por nadadores salvadores. É a praia da Arda, em Viana do Castelo, onde o período balnear termina a 30 de setembro.

Já no centro do país, apenas a praia da Vieira e de São Pedro de Moel, no concelho da Marinha Grande, mantêm a época balnear aberta até ao último dia deste mês.

Na zona do Tejo e Oeste, a época balnear prolonga-se até 30 de setembro em todas as praias do concelho de Almada e na praia do Abano, em Cascais. As restantes praias do concelho de Cascais mantêm a época oficial aberta até 15 de outubro.

No Alentejo, a praia das Fontainhas, no concelho da Grândola, é a única que, de acordo com a portaria, terá vigilância em permanência até 30 de setembro.

Algarve com vigilância até outubro em algumas praias

É na região do Algarve que se encontra o maior número de praias com nadador salvador durante o resto do mês e, em alguns casos, em outubro.

Nos concelhos de Faro, Lagos, Loulé, Olhão, Portimão, Silves, Tavira, Vila do Bispo, Vila Real de Santo António, Aljezur e Castro Marim, a época balnear termina no último dia de setembro. Mas haverá vigilância em permanência até 15 de outubro em todas as praias de Albufeira e em algumas do concelho de Lagoa (Benagil, Caneiros, Carvoeiro, Cova Redonda, Tremoços, Pintadinho, Senhora da Rocha, Vale Centeanes e Vale do Olival).

Como a maioria das praias não se encontram permanentemente vigiadas, a AMN recomenda alguns cuidados. "Em caso de dúvida relativamente ao estado do mar (ondulação e agueiros) não arrisque e não vá a banhos; respeite um intervalo de três horas após uma refeição normal antes de ir a banhos; nunca vire as costas ao mar".

É necessário vigiar permanentemente as crianças - e a uma distância próxima - "não as deixando brincar junto da linha de água sem supervisão".

O perigo dos agueiros

"Tenha especial atenção aos agueiros. Estes podem ser fatais e causar a morte por afogamento. Não deve entrar em pânico, nem tentar vencer a corrente. Caso entre num agueiro, deve pedir ajuda e nadar lateralmente (paralelamente) à linha de costa até deixar de sentir o efeito da corrente. Depois, deve tentar sair da água num local afastado desta corrente", alerta a AMN.

Em declarações ao DN, a metereologista Maria João Frada, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera(IPMA), disse este sábado que "a nova estação começa com temperaturas muito quentes para a época do ano. Há uma subida gradual das temperaturas a partir deste sábado e vamos chegar a segunda-feira com máximas superiores a 30 graus na generalidade do território, Nas regiões do Vale do Tejo, Interior Centro e Sul haverá temperaturas entre os 35 e 39 graus".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG