Metálicos brasileiros dão nome a vinho alentejano

Sepultura, uma das bandas mais conhecidas de death e thrash metal, dá nome a dois vinhos alentejanos.

A banda brasileira de death e thrash metal Sepultura dá o nome a dois vinhos: Sepultura branco e Sepultura tinto. Estes foram apresentados no final de dezembro em Amesterdão e já tinham estado em prova na edição do ano passado do Rock in Rio Lisboa.

Este projeto resultou das vontades da banda, da editora MusiConsult, do produtor alentejano Roquevale e dos importadores holandeses Drankgigant, segundo noticia o site da Vinhos do Alentejo.

A divulgação destes vinhos a que a banda criada em 1984 dá nome destaca as qualidades do grupo fundado pelos irmãos Max e Igor Cavalera - o ritmo, poder e fogo - como as que um bom vinho deve possuir.

Estes vinhos são produzidos a partir de uvas cultivadas e envelhecidas no Alentejo e desprovidas de aditivos químicos, garante a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana.

Esta não é a primeira vez que um grupo se associa a um produtor para dar nome a um vinho. Em 2011 a Herdade São Miguel da Casa Agrícola Alexandre Relvas assinalou os 30 anos de carreira dos Xutos e Pontapés com o lançamento de um vinho tinto alentejano - da colheita de 2009 - que foi distinguido com o selo de garantia Uva de Ouro em 2015.

No ano antes tinha recebido uma medalha de ouro no Decanter World Wine Awards que teve lugar em Londres.

Ler mais

Exclusivos