Este cogumelo tem 2500 anos, é do tamanho de 75 campos de futebol e continua a crescer

Da espécie Armillaria gallica, ou cogumelo do mel, o fungo alimenta-se de raízes de árvores próximas e sobrevive há tanto tempo porque mantém as suas características genéticas praticamente inalteradas.

Existe há pelo menos 2 500 anos, mas só agora é que os cientistas conseguiram saber mais sobre um fungo gigante que cresce no estado norte-americano do Michigan. O cogumelo não terá passado despercebido pelo seu tamanho, uma vez que pesa cerca de 400 toneladas, ou o equivalente a cerca de 67 elefantes da savana adultos, e segundo o El Confidencial, mede 75 hectares (um campo de futebol mede um pouco mais de um hectare, pelo que serão cerca de 75 campos de futebol).

O fungo, da espécie Armillaria gallica ou cogumelo do mel, já existia antes de Cristo, mas só começou a ser estudado no final dos anos 1980 por uma equipa de cientistas da Universidade do Missouri, liderada por Johann Bruhn.

Inicialmente esta equipa acreditava que o fungo tinha 1500 anos e pesava cerca de 100 toneladas. As características foram atualizadas este mês com a publicação do estudo "Clonal evolution and genome stability in a 2500-year-old fungal individual" pela Royal Society.

Estabilidade genética

Os autores do estudo acreditam que o cogumelo, que se alimenta de raízes de árvores próxima, sobrevive há tanto tempo graças à sua estabilidade genética; comparando amostras recolhidas há três décadas com as atuais, os cientistas concluíram que a sua base genética manteve-se praticamente inalterada.

Ainda não há uma explicação exata para esta estabilidade genética. Mas os especialistas colocam a hipótese de estar relacionada com a ausência de contacto com raios ultravioletas, uma vez que este cogumelo se encontra praticamente todo debaixo da terra, com exceção de alguns rebentos que surgem como cogumelos do mel.

A investigação vai continuar até porque entender este processo pode ajudar a compreender melhor o processo contrário - as mutações descontroladas, como o crescimento de células cancerígenas.

O cogumelo destaca-se pelo seu tamanho, mas não é maior do mundo. No estado do Oregon há um cogumelo com mais de 8 000 anos que mede cerca 10 quilómetros.

[ notícia corrigida: o título e o texto foram corrigidos: o DN reproduziu a informação original do jornal espanhol El Confidencial, de que se tratavam de mais ou menos 400 campos de futebole de 57 elefantes]

Exclusivos