"Estamos sem palavras." Zoo de Berlim celebra nascimento de pandas gémeos

Meng Meng foi mãe pela primeira vez e de gémeos. "Estamos sem palavras", disse zoo de Berlim.

O jardim zoológico de Berlim está a festejar o nascimento das primeiras crias de panda gigante, depois de Meng Meng ter dado à luz gémeos. As crias nasceram com cerca de uma hora de diferença.

"Meng Meng tornou-se mãe -- duas vezes! Estamos tão felizes, estamos sem palavras", escreveu o Zoo Tierpark Berlim, no Twitter, publicando um vídeo da mãe e das crias.

Os gémeos de Meng Meng nasceram no sábado e pesam 186 e 136 gramas, tendo duplicado a população de pandas no zoo de Berlim, onde também vive o pai, Jiao Qing, de 9 anos. Meng Meng tem 6 anos. Ambos chegaram a Berlim em 2017, por empréstimo da China, que há muito pratica a "diplomacia dos pandas".

Como parte do acordo, as crias vão ser entregues à China assim que já não necessitarem dos cuidados da mãe. Os pandas que dão à luz gémeos normalmente só cuidam de uma das crias, mas o zoo de Berlim está a apoiar Meng Meng e recrutou especialistas do centro de criação de pandas de Chengdu, na China, para ajudar.

A procriação de pandas em cativeiro é difícil e só 1864 adultos vivem no habitat natural. O zoo de Berlim só confirmou há uma semana que Meng Meng estava grávida, depois de meses de especulação que fizeram manchete nos jornais alemães.

Por coincidência, a chanceler alemã, Angela Merkel, viaja esta semana para a China.

Exclusivos