Está mais calor mas prepare-se para o vento na praia

Subida da temperatura máxima, sobretudo no interior do país. Vento moderado a forte no litoral e terras altas. Em Castelo Branco e Évora a máxima prevista é de 32º, o valor mais alto no continente.

As temperaturas máximas voltam a subir este domingo, sobretudo no interior do país, mas o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê que o vento será moderado a forte no litoral e terras altas, antecipando neblina ou nevoeiro matinal.

Para Castelo Branco e Évora, a máxima prevista é de 32º, o valor mais alto previsto para o continente. Beja com 31º e Santarém com 30º são as outras localidades com valores mais altos. Para o Porto antecipam-se 23º, Lisboa 27º e Faro chegará aos 29º.

De acordo com a previsão para hoje, o céu estará pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade até meio da manhã, em especial no litoral oeste.

O vento também não ajudará no regresso à praia, depois de um sábado de verão marcado pela chuva. O IPMA estima vento fraco a moderado (até 30 km/h) do quadrante norte, sendo temporariamente de sudoeste no Sotavento algarvio durante a tarde, e soprando por vezes forte (até 40 km/h) no litoral oeste a sul do cabo Raso (Cascais) durante a tarde.

Nas terras altas, o vento será moderado (20 a 30 km/h) do quadrante norte, soprando moderado a forte (30 a 40 km/h) até meio da manhã e a partir do final da tarde, rodando gradualmente para o quadrante oeste.

Para a Grande Lisboa, a previsão aponta céu geralmente limpo, tendo apresentado períodos de maior nebulosidade até ao início da manhã. O vento será fraco a moderado (até 30 km/h) de noroeste, registando-se uma pequena subida da temperatura máxima.

No Grande Porto, o céu estará pouco nublado ou limpo. Com vento fraco, espera-se neblina matinal.

No mar, na costa ocidental, as ondas serão de noroeste com 1,5 a 2 metros, diminuindo para 1 a 1,5 metros a partir da tarde, com a temperatura da água do mar a variar entre os 16º e 17ºC. Já na costa sul, as ondas de sudoeste inferiores a 1 metro e a temperatura da água do mar a subir para os 19/20ºC.

Exclusivos

Premium

Betinho

"NBA? Havia campos que tinham baldes para os jogadores vomitarem"

Nasceu em Cabo Verde (a 2 de maio de 1985), país que deixou aos 16 anos para jogar basquetebol no Barreirense. O talento levou-o até bem perto da NBA, mas foi em Espanha, Andorra e Itália que fez carreira antes de regressar ao Benfica para "festejar no fim". Internacional português desde os Sub-20, disse adeus há seleção há apenas uns meses, para se concentrar na carreira. Tem 34 anos e quer jogar mais três ou quatro ao mais alto nível.