Premium

Vida e Futuro

Entre os doces e a alimentação saudável: a responsabilidade dos pais

A pressão é constante, e muitas vezes são os pais a ceder. Por muitas regras que existam para a alimentação saudável das crianças e jovens nas escolas, se os pais não ajudarem e continuarem a "adoçar" as lancheiras e a financiar almoços de fast food, o objetivo será difícil de alcançar.

Os mais novos querem levar bolachas de chocolate e iogurtes com smarties nas lancheiras. Os mais velhos dizem aos pais que preferem almoçar um hambúrguer no café ao lado da escola porque a comida do refeitório não é boa. No início do ano letivo, as preocupações dos encarregados de educação não se podem limitar aos materiais escolares, devem alargar-se ao que os filhos vão comer enquanto estão na escola.

E quem pode atirar a primeira pedra? Por muitas regras que haja, dizem professores e especialistas em nutrição, e mesmo que os estabelecimentos de ensino sejam rigorosos a cumprir as orientações para a promoção de uma alimentação saudável, os pais não podem desresponsabilizar-se.

Ler mais

Exclusivos