20 anos, 20 factos desconhecidos sobre o Google

Em dia de aniversário do motor de busca conheça algumas curiosidades sobre a empresa

Foi há 20 anos que nasceu o motor de busca Google, através do qual dependemos para procurar informações relevantes. Eis 20 factos sobre a empresa que provavelmente não conhecia.

É possível arranjar emprego através dos seus termos de pesquisa

Antigamente a Google recrutava novos colaboradores através de uma ferramenta chamada Foo.bar, que emitia alertas sobre os candidatos com base nos seus termos de pesquisa relacionados com linguagens de codificação, como é o caso do Phyton e Java. Nos resultados era mostrada a seguinte mensagem: "Você está a falar a nossa língua. Pronto para novos desafios?". Caso os utilizadores aceitassem a proposta da empresa, teriam de resolver desafios de codificação que passavam por problemas que podiam levar dias para serem resolvidos. Mas no final valia a pena, pois era garantido um emprego.

Há um jogo escondido no Google Images

Uma curiosidade que muitos utilizadores do Google não conheciam é que no serviço de imagens do motor de busca existe uma réplica do Atari Breakout, um jogo que consiste em controlar uma pequena barra para destruir uma parede de tijolos. Basta pesquisar o nome do jogo e filtrar por "Imagens".

Expomos os nossos problemas sexuais

Através do Google podemos procurar resolver todos os nossos problemas ou simplesmente satisfazer curiosidades. Algumas das dúvidas que expomos no motor de busca passam por situações de insegurança ao nível sexual.

Seth Stephens-Davidowitz, um ex-cientista de dados do Google, lançou um livro acerca de alguns problemas sórdidos quando remetemos para consultas privadas na Internet. Por exemplo, enquanto os homens se preocupam mais em aumentar o tamanho do pénis do que arranjar uma guitarra, fazer omeletes ou trocar pneus, as mulheres não dão muita importância ao tamanho do órgão sexual do parceiro. Por outro lado, ainda de acordo com o mesmo cientista, termos como "casamento sem sexo" acabam por ser três vezes e meia mais comuns que "casamento infeliz".

Mas por vezes também surgem reclamações acerca do cônjuge não querer fazer amor do que um parceiro casado não querer falar, sendo que aqui em grande parte a culpa acaba por ser dos homens. De facto, há mais queixas sobre um namorado não querer fazer sexo do que propriamente uma namorada.

A empresa recorre a caprinos para cortar a relva

Em 2009 a Google recrutou cerca de 200 cabras famintas para cortarem a relva no campus à volta da sua sede, na Mountain View.

"Nesta primavera decidimos adotar uma abordagem com baixas emissões de CO2. Em vez de usar cortadores ruidosos que funcionam com gasolina e poluem o ar, alugámos algumas cabras da pastagem da Califórnia para fazer esse trabalho por nós. Custa-nos quase o mesmo que cortar, e as cabras são muito mais bonitas de se ver do que as máquinas de cortar relva", pode ler-se numa mensagem publicada pela empresa num blog em 2009.

Este não foi o primeiro motor de busca

Ao contrário do que muitas pessoas possam pensar, o Google não foi o primeiro motor de busca na Internet. Sites como o AltaVista!, o AskJeeves e o Yahoo!, entre outros, já existiam antes de 1998. Hoje o Google tornou-se o motor de pesquisa mais popular em todo o mundo, exceto na Rússia, onde predomina o Yandex, e na China, onde se usa o Baidu.

A empresa consegue acompanhar todos os seus movimentos

De modo a personalizar os anúncios, os serviços do Google nos dispositivos móveis, como é o caso do Android e o iOS, guardam os dados de localização dos utilizadores, mesmo que tenha sido usado uma configuração de privacidade para a Google não o fazer.

Por exemplo, assim que entramos na aplicação do Google Maps a empresa sabe onde nos encontramos, o mesmo sucedendo com as atualizações dos serviços de meteorologia e as pesquisas que, embora não tenham a ver com o local, indicam com exatidão a latitude e a longitude armazenadas na conta Google.

Quer explorar o universo? Também é possível...

O Google Maps está para o planeta Terra, como o Google Sky está para o espaço. Esta última ferramenta recorre a imagens do telescópio espacial Hubble dos satélites da NASA para dar a conhecer o cosmos aos utilizadores. É possível procurar estrelas a milhões de anos-luz da Terra, prender mais sobre sinais astrológicos e descobrir conteúdo relacionado com o espaço.

Os benefícios após a morte

Os colaboradores da Google usufruem de alguns benefícios. Caso estes morram, os familiares podem ser recompensados. Segundo a CNN Money, o cônjuge sobrevivente recebe 50% do salário durante dez anos após a morte do parceiro.

Traduza os carateres desenhados por si mesmo

No Google Tradutor existe uma opção que permite desenhar símbolos como carateres chineses ou árabes que depois podem ser traduzidos. No canto inferior esquerdo da aplicação existe um menu suspenso ao lado de um lápis. Estas traduções podem ser ajustadas ou desenhadas no menu inferior.

Tire maior proveito do Google Street View

Imagine que se desloca para um sítio que não conhece e gostaria de explorar a fundo o local. O Google Street View dá-lhe essa possibilidade. Presente em mais de 80 países, o serviço fornece imagens em 360º.

Mas existem outras funções no Street View: é possível medir a qualidade do ar das cidades, desenvolver videojogos através de cenários reais (como é o caso do GeoGuessr, que desafia os jogadores a adivinharem a localização que estão a ver através de pistas que vão aparecendo no ecrã), fazer uma avaliação dos danos causados por catástrofes naturais (por exemplo, há imagens do sismo que devastou o Japão em março de 2011), fazer visitas guiadas a locais inacessíveis (como as ruínas de Pompeia) e ouvir músicas conforme vão sendo vistas imagens da cidade escolhida pelo utilizador (o projeto "The Wilderness Downtown", criada pelas Arcade Fire em 2010, permite isso, e Lisboa está incluída).

Já pesquisou por 'idiota' no motor de busca? Nem vai imaginar quem aparece nos resultados...

Na sequência de uma recente disputa entre Donald Trump e a Google, surge mais uma forma estranha de pesquisar no Google. Quando se insere o termo 'idiot' ('idiota', em Inglês) quem aparece nos resultados é nada mais, nada menos, que ... o presidente dos EUA.

Mas essa associação feita a Donald Trump não é recente: nasceu através de um desafio feito pelos britânicos aquando da visita do presidente a Londres no passado mês de julho. O objetivo passou por levar a música "American Idiot", da banda Green Day, ao número 1 no top de músicas no Reino Unido.

Mas o líder norte-americano não é a única figura a ter uma associação ao termo 'idiota': os seus filhos Eric Trump e Donald Trump Jr. também aparecem nos resultados deste termo de pesquisa, bem como o cantor Kanye West, Rodrigo Duterte (presidente das Filipinas) e Vladimir Putin (presidente da Rússia).

O nome Google surgiu após um termo matemático

A empresa de Mountain View ganhou a sua denominação a partir de um trocadilho com a palavra 'googol', um número que consiste no um seguido de 100 zeros. Este nome representa a quantidade de resultados que o mecanismo de pesquisa pode oferecer.

Vai viajar de avião? Descubra as melhores opções à distância de um clique

Se pretende obter informações acerca de voos para um determinado destino, a ferramenta Google Flights é uma boa opção. O utilizador pode inserir o nome do destino no motor de busca e, através do separador 'Voos', escolher o dia da viagem, saber os horários, comparar os melhores preços entre várias companhias áreas e, caso o voo envolva escalas, saber onde tem de mudar de voo.

Por outro lado, se pesquisarmos sobre o número do voo podemos obter informações acerca do estado do mesmo, bem como a hora prevista de saída.

Conheça as previsões meteorológicas antes de sair de casa

Outra funcionalidade que o Google nos oferece passa pela disponibilização de informações meteorológicas. Assim, se pesquisar por 'tempo', seguido do nome da localidade, pode ver a previsão para os próximos sete dias, bem como a temperatura atual, a velocidade do vento, os níveis de humidade e de precipitação e a variação dos níveis de temperatura no espaço de uma semana. Uma boa alternativa a outros serviços de meteorologia.

Tenha sempre à mão os horários dos transportes públicos

Costuma utilizar regularmente os transportes públicos? Saiba que é possível obter informações acerca dos horários de um ponto para o outro. No campo das direções do Google Maps aparece um botão direcionado para os transportes públicos. Ao inserir a origem e o destino, o utilizador pode ficar a saber a linha, a hora de partida, a hora de chegada, a duração da viagem, os preços e as paragens intermédias. Em Portugal estão disponíveis as principais empresas de transportes, como a CP, a Carris, a Fertagus, o Metro de Lisboa, o Metro do Porto, a STCP, entre outros.

É fã do Pacman? Jogue diretamente no motor de busca...

Certamente que o leitor conhece a personagem Pacman, o boneco amarelo que persegue incansavelmente bolinhas num labirinto e tenta desviar-se de fantasmas. Se não conhece este ícone dos videojogos, ou pretende voltar aos tempos de nostalgia, basta pesquisar por "Google Pacman" e, por detrás da barra de pesquisa, premir "Clique para jogar". Estão garantidas horas de diversão.

Saiba o dia dos feriados à distância de um clique

Se sempre teve curiosidade em saber quando calha um determinado feriado (por exemplo: Páscoa, Natal, Ano Novo, Carnaval, etc.), basta pesquisar por essas festividades e de imediato vai conhecer a data exata. Este é um recurso muito útil para que não se "perca" no calendário.

O primeiro vídeo do YouTube foi filmado num jardim zoológico

A popular plataforma de partilha de vídeos YouTube já conta com mais de 13 anos de existência. Foi no dia 23 de abril de 2005 que Jawed Karim, um dos co-fundadores do serviço, fez o primeiro carregamento de sempre para o site, intitulado "Mee at the zoo" Teve então início aquele que viria a ser conhecido como uma fonte de entretenimento para milhares de utilizadores da Internet.

Um servidor com peças de Lego

Em 1996 a capacidade máxima dos discos era de quatro gigabytes. Uma vez que a Google precisava de pelo menos 40 gigas para o seu servidor, resolveu adquirir dez componentes e juntá-los com peças Lego.

Acompanhe as suas equipas de futebol favoritas

Todos os adeptos de futebol gostam de estar a par dos jogos das suas equipas. Para que não perca pitada do que acontece no desporto-rei, basta inserir o nome da sua equipa no campo da pesquisa e, a partir daí, ter informações sobre os resumos das partidas anteriores, os próximos jogos, as equipas titulares, os resultados, o estádio, os golos, a classificação no principal escalão, entre outras.

É também possível ler notícias, conhecer os jogadores e ver as classificações gerais de todas as equipas.

Ler mais

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

João Gobern

Tirar a nódoa

São poucas as "fugas", poucos os desvios à honestidade intelectual que irritem mais do que a apropriação do alheio em conluio com a apresentação do mesmo com outra "assinatura". É vulgarmente referido como plágio e, em muitos casos, serve para disfarçar a preguiça, para fintar a falta de inspiração (ou "bloqueio", se preferirem), para funcionar como via rápida para um destino em que parece não importar o património alheio. No meio jornalístico, tive a sorte de me deparar com poucos casos dessa prática repulsiva - e alguns deles até apresentavam atenuantes profundas. Mas também tive o azar de me cruzar, por alguns meses, tempo ainda assim demasiado, com um diretor que tinha amealhado créditos ao publicar como sua uma tese universitária, revertido para (longo) artigo de jornal. A tese e a história "passaram", o diretor foi ficando. Até hoje, porque muitos desconhecem essa nódoa e outros preferiram olhar para o lado enquanto o promoviam.